Feira de Santana: quatro mil cartões Via Feira já foram emitidos para passageiros do sistema urbano

O interessado deve apresentar qualquer documentação, até a certidão de nascimento.

O interessado deve apresentar qualquer documentação, até a certidão de nascimento.

Em apenas uma semana, cerca de quatro mil passageiros do sistema de transporte urbano de Feira de Santana já fizeram o cartão Via Feira, que lhes garante, além de comodidade e ganho de tempo no embarque, o valor de R$ 3,10 na tarifa.

Este serviço foi iniciado na segunda-feira da semana passada, exclusivamente no Terminal Central, no início da rua Olímpio Vital. O interessado deve apresentar qualquer documentação – até a certidão de nascimento. A primeira expedição é gratuita.

Cerca de 8,2 mil estudantes já fizeram o cartão que lhe garante o pagamento da meia-passagem no sistema de transporte público. Estima-se que no município mais de 25 mil pessoas farão este tipo de cartão, cuja primeira expedição é gratuita.

Está sendo feito no Ginásio Municipal de Esportes, à rua Aloísio Resende, no centro. Caso o interessado não tenha feito a renovação, pode continuar usando o antigo, mas o vale, em papel, deve ser comprado no Terminal Central.

A recarga dos cartões que serão usados pelos passageiros apenas estão sendo recarregados – a parir de R$ 3,10, no Terminal Central. Mas, disse o secretário de Transporte e Trânsito, Pedro Boaventura, as empresas que operam o sistema já adquiriram 30 máquinas de autoatendimento.

Estes equipamentos, que facilitarão a recarga, serão colocados em locais onde é registrado grande fluxo de pessoas, como o Centro de Abastecimento, MAP (Mercado de Arte Popular), shoppings centers, entre outros estabelecimentos.

Compartilhe e Comente

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade

Facebook do JGB

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]