Deputado Fábio Souto clama atenção para as barragens da Bahia

Deputado estadual Fábio Souto cobra fiscalização das estruturas físicas de barragens da Bahia.
Deputado estadual Fábio Souto cobra fiscalização das estruturas físicas de barragens da Bahia.
Deputado estadual Fábio Souto cobra fiscalização das estruturas físicas de barragens da Bahia.
Deputado estadual Fábio Souto cobra fiscalização das estruturas físicas de barragens da Bahia.

O deputado estadual Fábio Souto (DEM) discursou, na tribuna da Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (17/11/2015), sobre a situação das barragens baianas. Após a tragédia ocorrida no município de Mariana (MG), o parlamentar clama ao Governo da Bahia a manutenção das barragens do Estado. De acordo com Souto, o terceiro Relatório de Segurança de Barragens (RSB), elaborado pela Agência Nacional de Águas (ANA), aponta que 24 barragens estaduais estão em Categoria de Rico Alto (CRI Alto) e Dano Potencial Alto (DPA Alto).

“O desastre ocorrido em Mariana, que gerou prejuízos humanos, materiais e ambientais, chama atenção para cobrarmos do nosso governo mais investimentos para nossas barragens, principalmente após o relatório técnico da ANA. É importante lembrar que nove das barragens estaduais que apresentam CRI Alto e DPA Alto pertencem à Companhia de Engenharia Ambiental e Recursos Hídricos da Bahia (CERB-BA)”, salientou.

Souto destacou que o governo deve fiscalizar, conservar e adotar medidas emergências para a real situação vivenciada na Bahia. “O Executivo precisa urgentemente acompanhar as represas, inspecionar uma a uma, além de criar um Plano de Emergência fundamentado, evitando que as comunidades sejam afetadas. Nós da Oposição cobraremos tais medidas, as quais devem ser prioridades para a gestão estadual”, concluiu.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111054 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]