“A INB precisa interagir mais com a Bahia”, defende governador Rui Costa

Indústrias Nucleares do Brasil não interage com sociedade baiana.
Indústrias Nucleares do Brasil não interage com sociedade baiana.
Indústrias Nucleares do Brasil não interage com sociedade baiana.
Indústrias Nucleares do Brasil não interage com sociedade baiana.

Em Brasília nesta quarta-feira (28/10/2015), o governador Rui Costa disse que está acompanhando de perto o monitoramento da água na região de Caetité, onde a INB (Indústrias Nucleares do Brasil) extrai urânio para realização de suas atividades. “A INB precisa interagir mais com a comunidade e com o estado da Bahia. Ela é uma empresa distante que só faz retirar o mineral e não tem nenhuma relação com o estado da Bahia, nem com a sociedade local”, criticou o governador.

Rui falou ainda das obras que estão sendo realizadas na região para levar mais água aos moradores. “Fizemos a Adutora do Algodão em Guanambi e, agora, estamos chegando em Caetité. Com essa água que vem do rio São Francisco, não será mais necessário retirar água do subsolo”.

O Ministério da Integração autorizou, no último dia 26 desse mês, R$ 1 milhão para a continuação da segunda etapa da Adutora do Algodão, até Caetité. Outros R$ 2,3 milhões já haviam sido liberados e estão disponíveis para a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), somando R$ 3,3 milhões para esta fase da intervenção.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108641 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]