Vereador critica fechamento dos terminais de transporte coletivo de Feira de Santana

Alberto Nery cobra retorno dos terminais de transbordo.

Alberto Nery cobra retorno dos terminais de transbordo.

O vereador Alberto Nery (PT), durante discurso na Câmara Municipal de Feira de Santana, nesta segunda-feira (31/08/2015), chamou atenção para a situação dos terminais de transbordo, que mesmo após o retorno das atividades do transporte coletivo urbano, permanecem fechados, impossibilitando os passageiros de pegarem dois ônibus pagando apenas uma passagem, como se propõe o Sistema Integrado de Transporte (SIT) no município.

“Hoje quero trazer um tema importante com relação aos transbordos de Feira. Com o contrato emergencial, o transbordo central foi fechado e estamos vivendo – tanto os trabalhadores quanto à população – uma verdadeira via crucis. As pessoas ficam expostas na lateral do transbordo causando congestionamentos, além do risco de serem assaltos”, avalia.

Diante disso, o vereador sugeriu que a Comissão de Obras, Urbanismo e Infraestrutura, da qual ele é presidente, possa conversar com o gestor municipal em busca de informações. “Queremos pedir aos nobres vereadores da comissão, que nós integramos, para que possamos sair e conseguir conversar com o prefeito, para tomar uma medida, ainda que seja os ônibus entrarem no terminal nas condições que estão sendo praticadas”, pontuou.

De acordo com Nery, com a situação, a população que precisa pegar dois ônibus tem sofrido. “Sem bilhetagem eletrônica, as pessoas estão pagando duas passagens”, reclamou.

Em aparte, o vice-líder do Governo, vereador Marcos Lima (PRP), afirmou que está sendo feita uma licitação para que novas empresas possam administrar os terminais de transbordo.

Retomando a palavra, o petista declarou: “Se observarmos o edital que legitimou as empresas do transporte coletivo, está lá contido que quem vai explorar os três terminais existentes, além dos dois que serão criados com o BRT, são as empresas vencedoras do certame”, explicou.

Nery cobrou segurança, de imediato, para os terminais de transbordo. “Pedimos que possa ser colocada a Guarda Municipal ou a contratação de empresa de segurança, para que as pessoas possam estar em um local mais seguro”, disse.

Ainda falando de transporte coletivo, o edil chamou atenção para as condições da frota. “Apesar da situação emergencial, Feira não merece passar mais seis meses com a frota como está. Circulando de uma forma pior ainda. Vamos aguardar, eles se comprometem em melhorar dentro de 15 dias”, alertou.

Compartilhe e Comente

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade

Facebook do JGB

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]