Segredos de Andaraí: em Igatu, o extraordinário trabalho intelectual e artístico de Marcos Zacariades exposto na Galeria Arte & Memória

Interior da Galeria Arte & Memória, em Igatu, distrito de Andaraí.

Interior da Galeria Arte & Memória, em Igatu, distrito de Andaraí.

Peças expostas no interior da Galeria Arte & Memória, em Igatu, distrito de Andaraí.

Peças expostas no interior da Galeria Arte & Memória, em Igatu, distrito de Andaraí.

Jornalista Carlos Augusto recebe de Marcos Zacariades exemplar sobre a narrativa da mostra 'Coisas existentes em função do desejo’.

Jornalista Carlos Augusto recebe de Marcos Zacariades exemplar sobre a narrativa da mostra ‘Coisas existentes em função do desejo’.

Carlos Augusto e Alessandra de Paula, durante visita a Galeria Arte & Memória, em Igatu, distrito de Andaraí. Experiência singular, com a mistura entre história, arte e natureza.

Carlos Augusto e Alessandra de Paula durante visita a Galeria Arte & Memória, em Igatu, distrito de Andaraí. Experiência singular, com a mistura entre história, arte e natureza.

Na sociedade do consumo uma nova tendência emerge como elemento do desejo da humanidade. As pessoas buscam preencher a trajetória de vida com prazerosas experiências únicas.

Uma forma de ir ao encontro de algo singular, extraordinariamente prazeroso, é visitar a sede do Distrito de Igatu, no município de Andaraí, região baiana da Chapada Diamantina, e caminhar pelas ruas de pedra, estabelecendo diálogos com os membros da comuna e visitando a Galeria Arte & Memória, mantida pelo artista plástico Marcos Zacariades.

Afastado do centro da sede do distrito, a caminhada até a Galeria é uma jornada que induz as pessoas ao autoconhecimento.

Na caminhada em direção em direção a Galeria Arte & Memória, as casas e as ruas de pedra remetem a uma ideia de desaparecimento e perenidade. Na sequência, a estrada de pedra se transforma em estrada de terra, com a visão de imensas árvores e das seculares edificações do cemitério e da igreja de Igatu, ambas devotadas a São Sebastião.

Continuando com a caminhada, a estrada fica estreita, outras casas antigas de pedra surgem, e uma bela visão revela um imenso vale situado no Parque Nacional da Chapada Diamantina, com a natureza em estado quase intocável.

Ao final da caminhada ocorre o encontro com a Galeria Arte & Memória, e a exposição de esculturas de aço, pedra e madeira, além de peças antigas usadas por garimpeiros e moradores da região.

A exposição remete ao antigo, e ao mesmo tempo novo. Novo no conhecimento, não um conhecimento enciclopédico, mas que advém do autoconhecimento. Os objetos parecem estranhamente familiares, como se em algum momento, na imortal experiência espiritual da vida, conduzisse a ancestrais conexões.

Para completar o sublime momento, um diálogo no café da Galeria com o intelectual artista plástico Marcos Zacariades. Uma conversa sobre arte, elementos culturais da Chapada Diamantina, e sobre a bela mostra produzida por ele, com o título ‘Coisas existentes em função do desejo’.

São experiências que acrescentam a singularidade do sublime, a partir da autocontemplação, do infinito em si mesmo, percebido a partir da conexão da finitude dos nossos corpos com a compreensão holística do universo.

Confira imagens da Galeria Arte & Memória e da natureza do Distrito de Igatu

Visão do vale a partir da Galeria Arte & Memória em Igatu, distrito de Andaraí.
Visão do vale a partir da Galeria Arte & Memória em Igatu, distrito de Andaraí.
Trilha próxima ao cemitério e a igreja de São Sebastião em Igatú, Andaraí.
Peças expostas no interior da Galeria Arte & Memória, em Igatu, distrito de Andaraí.
Peças expostas no interior da Galeria Arte & Memória, em Igatu, distrito de Andaraí.
Peças expostas no interior da Galeria Arte & Memória, em Igatu, distrito de Andaraí.
Peças expostas no interior da Galeria Arte & Memória, em Igatu, distrito de Andaraí.
Peças expostas no interior da Galeria Arte & Memória, em Igatu, distrito de Andaraí.
Peças expostas no interior da Galeria Arte & Memória, em Igatu, distrito de Andaraí.
Natureza na região de Igatu, zona rural de Andaraí.
Marcos Zacariades é diretor da Galeria Arte & Memória.
Marcos Zacariades é diretor da Galeria Arte & Memória.
Marcos Zacariades é diretor da Galeria Arte & Memória.
Marcos Zacariades é diretor da Galeria Arte & Memória.
Interior do cemitério de São Sebastião em Igatú, Andaraí.
Interior da Galeria Arte & Memória, em Igatu, distrito de Andaraí.
Interior da Galeria Arte & Memória, em Igatu, distrito de Andaraí.
Interior da Galeria Arte & Memória, em Igatu, distrito de Andaraí.
Interior da Galeria Arte & Memória, em Igatu, distrito de Andaraí.
Interior da Galeria Arte & Memória, em Igatu, distrito de Andaraí.
Igreja de São Sebastião, localizada no distrito de Igatú, Andaraí.
Peças expostas no interior da Galeria Arte & Memória, em Igatu, distrito de Andaraí.
Cemitério e a igreja de São Sebastião em Igatú, Andaraí.
Cemitério de São Sebastião em Igatú, Andaraí.
Casa de pedra na sede do distrito de Igatu, município de Andaraí.
Casa de pedra na sede do distrito de Igatu, município de Andaraí.
Jornalista Carlos Augusto recebe de Marcos Zacariades exemplar sobre a narrativa da mostra 'Coisas existentes em função do desejo’.
Carlos Augusto e Alessandra de Paula durante visita a Galeria Arte & Memória, em Igatu, distrito de Andaraí. Experiência singular, com a mistura entre história, arte e natureza.
Carlos Augusto e Alessandra de Paula durante visita a Galeria Arte & Memória, em Igatu, distrito de Andaraí. Experiência singular, com a mistura entre história, arte e natureza.
Café da Galeria Arte & Memória, em Igatu, distrito de Andaraí.
‘Cadeira de dentista, aço inox, dentes, diamantes’, obra de Marcos Zacariades exposta na mostra 'Coisas existentes em função do desejo'.
‘Banquete de migalhas, obra de Marcos Zacariades exposta na mostra 'Coisas existentes em função do desejo'.
Arrow
Arrow
Visão do vale a partir da Galeria Arte & Memória em Igatu, distrito de Andaraí.
ArrowArrow
Slider

Compartilhe e Comente

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade

Facebook do JGB

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto Oliveira da Silva (Carlos Augusto) é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF). Atua como jornalista e cientista social. Telefone: (75)98242-8000 | E-mail: [email protected]