Secretário de Transporte de Feira de Santana reafirma que meia passagem para estudantes é um direito da categoria e será respeitado pelas concessionárias de transporte público

Ebenezer Tuy declara que direitos dos estudantes serão respeitados.
Ebenezer Tuy declara que direitos dos estudantes serão respeitados.
Ebenezer Tuy declara que direitos dos estudantes serão respeitados.
Ebenezer Tuy declara que direitos dos estudantes serão respeitados.

Em nota emitida na quarta-feira (19/08/2015), o Secretário de Municipal de Transporte e Trânsito de Feira de Santana, Ebenezer Tuy, declarou que são inverossímeis os comentários postados no Facebook de que, durante o período de seis meses, as empresas contratadas emergencialmente pela prefeitura não iriam aceitar o pagamento de meia passagem por estudantes. O secretário declara que o direito a meia passagem para estudantes será respeitado pelas concessionárias de transporte público, durante a vigência do contrato emergencial e após, com a assinatura do contrato regular.

Confira a nota

Estudante continuará pagando meia passagem nos ônibus, durante contrato emergencial

A propósito de postagem no Facebook, informando que os estudantes de Feira de Santana não terão direito a meia-passagem nos ônibus do transporte coletivo, durante o período de seis meses em que o serviço estará sendo prestado por contratação emergencial, o Governo Municipal faz o seguinte esclarecimento:

Não haverá, sob hipótese alguma, cobrança de passagem inteira para os estudantes de Feira de Santana, nos seis meses em que o transporte coletivo da cidade estiver sob contrato emergencial. Aos estudantes, está assegurado o direito à meia-passagem nos ônibus.  O Governo Municipal, em momento algum, cogitou a possibilidade de qualquer alteração no desconto oferecido por lei aos estudantes, em razão da contratação temporária de empresa para prestação do serviço.

Sobre Carlos Augusto 9451 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).