Delatores confirmam pagamentos ao ex-deputado Pedro Correa, preso na Lava Jato

Juiz Sérgio Moro.
Juiz Sérgio Moro.
Juiz Sérgio Moro.
Juiz Sérgio Moro.

Um dos delatores da Operação Lava Jato, Rafael Ângulo Lopez, confirmou hoje (24/08/015) ao juiz federal Sergio Moro que fez pagamentos em dinheiro ao ex-deputado federal Pedro Corrêa, que está preso em Curitiba. Outro delator, o doleiro Alberto Youssef, confirmou que, além disso, doou a Corrêa R$ 7 milhões para a campanha do ex-parlamentar à Câmara dos Deputados em 2010.

Corrêa foi condenado na Ação Penal 470, o processo do mensalão, e cumpria prisão em regime aberto antes de ser preso. No depoimento, Lopez disse que viajava com dinheiro preso ao corpo para entrega-lo a pessoas indicadas pelo doleiro Alberto Youssef, para quem ele trabalhava. O doleiro é um dos operadores financeiros do esquema de corrupção na Petrobras. No depoimento, o delator também relatou pagamentos para Aline e Fábio Correa, filhos do ex-parlamentar.

Lopez, que assinou acordo de delação premiada com a força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF), disse que entregou dinheiro pessoalmente a Correa. Os pagamentos ocorreram na residência dele, em Recife, no apartamento funcional, em Brasília, e no escritório de Youssef. Segundo o delator, os pagamentos eram feitos uma ou duas vezes por mês e variavam entre R$ 150 mil e R$ 200 mil, somando valores que eram destinados ao ex-parlamentar e a terceiros, indicados por ele.

Em uma planilha entregue aos investigadores, o delator disse que identificava os pagamentos feitos com os dizeres “BAND” e as iniciais do recebedor. Segundo ele, “BAND” significava bandidos, e era utilizado para se referir a pagamentos para políticos. Em outro depoimento, prestado nesta segunda-feira ao juiz Sergio Moro, o doleiro Alberto Youssef, disse que os pagamentos ao ex-deputado ocorreram mesmo após a condenação no STF. O doleiro também afirmou que doou R$ 7 milhões para a campanha política de Correa à Câmara dos Deputados em 2010.

A defesa do ex-deputado informou que só vai se pronunciar nos autos. O juiz Sérgio Moro marcou para a próxima quarta-feira (26) audiência presencial para que Correa posse se defender das acusações.

*Com informação da Agência Brasil

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 106708 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected].