CMFS: vereadora cobra construção de hospital regional para Feira de Santana

Vereadora Aldney Bastos Marques (Neinha) cobra investimentos do Governo do Estado.
Vereadora Aldney Bastos Marques (Neinha) cobra investimentos do Governo do Estado.
Vereadora Aldney Bastos Marques (Neinha) cobra investimentos do Governo do Estado.
Vereadora Aldney Bastos Marques (Neinha) cobra investimentos do Governo do Estado.

Durante pronunciamento proferido na tribuna da Casa Legislativa, nesta segunda-feira (10/08/2015), a vereadora Aldney Bastos Marques – Neinha (PMN) questionou onde serão colocados pacientes atendidos por meio do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – Samu regional, e cobrou  do Governo do Estado um novo hospital para o município de Feira de Santana.

“Hoje venho falar de insatisfações e dificuldades que o povo de Feira tem. No Município está tudo pronto para receber o Samu regional. Fica aqui a pergunta da vereadora:  qual o hospital em Feira que temos para absorver tudo isso, se o Clériston é o único hospital regional para receber esses pacientes?”, questionou.

Neinha comentou a informação dada pelo vereador Correia Zezito de pacientes que morreram em uma policlínica. “Há pouco,  o vereador disse que quatro pessoas conhecidas dele morreram na policlínica aguardando transferência. Se dentro de uma policlínica você não consegue transferir, imagina vindo de outros municípios? Vai morrer todo mundo e será uma catástrofe”, afirmou.

A vereadora chamou atenção para o número de leitos. “No passado eram 200 leitos de UTI e, hoje, continuam os mesmos leitos, não cresceu. A saúde parou, não tem leito de hospital, as UTIs estão superlotadas. O governador precisa trazer um hospital que possa comportar os 148 municípios”, avalia.

A presidente da Comissão de Saúde da Câmara  disse ainda que é preciso tirar do papel  os projetos feitos para a saúde. “O deputado Jorge Solla falou sobre a UPA  do Clériston, que ainda está cheia de mato. A UPA que conheço é na Mangabeira, as outras estão paradas;  o Governo do Estado só fala e não tira do papel. Saúde precisa tirar do papel, o povo de Feira de Santana está perdendo os amigos por falta de atendimento. AVC, infarto em policlínica é um crime, você não pode receber um paciente infartado na policlínica por 24 horas”, criticou.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 120470 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.