Feira de Santana: encontro de panificadores busca alternativas para crise

Evento do setor de panificação foi realizado no teatro da Câmara de Dirigentes Lojistas, em Feira de Santana.
Evento do setor de panificação foi realizado no teatro da Câmara de Dirigentes Lojistas, em Feira de Santana.
Evento do setor de panificação foi realizado no teatro da Câmara de Dirigentes Lojistas, em Feira de Santana.
Evento do setor de panificação foi realizado no teatro da Câmara de Dirigentes Lojistas, em Feira de Santana.

Reduzir desperdícios, eficientizar a produção, inovar em tecnologia e modernizar a administração são recursos que devem ser adotados pelos panificadores para enfrentar a crise no mercado nacional e garantir a sobrevivência da empresa. As estratégias foram discutidas na manhã deste domingo, (12/07/2015), durante o Encontro Baiano de Panificadores, realizado no teatro da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), em Feira de Santana.

O evento é uma iniciativa do Sindicato das Indústrias de Panificação em parceria com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e o Serviço Social da Indústria (Sesi). A iniciativa visou divulgar para a categoria “as novidades mais quentes da categoria”, visando aquecer as vendas e atrair novos clientes.

O gestor do Projeto Indústria do Sebrae, Luiz Eduardo de Moraes Xavier, observa que a iniciativa também é uma oportunidade para divulgar para os panificadores o que o Sesi, Senai, Sebrae e o Instituto Tecnológico de Panificação, de Belo Horizonte (MG) têm a oferecer para modernizarem seus empreendimentos e torná-los mais competitivos. “São orientações visando atender à legislação (do setor), qualidade dos produtos melhoria na qualidade de gestão e de custos, tornando-os mais competitivos para sobreviverem à crise”, frisou.

Além da crise financeira, os panificadores também enfrentam a competitividade imposta por supermercados e lanchonetes, que atualmente também vendem pães e outros produtos de panificação.

Para os panificadores, a oportunidade foi de crescimento. O panificador Vitor Flamel, da Panificadora Vitor, ressaltou a importância da adoção de pequenas mudanças nas empresas e a necessidade dos panificadores participarem do Programa de Panificação (Propan) visando a profissionalização do segmento.

Representante do Sesi, Cristiane Mota, destacou as missões da entidade à qual representa e os serviços oferecidos visando fortalecer a indústria da panificação.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 114857 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.