CPI aprova relatório final e propõe plano de enfrentamento ao homicídio de jovens

Deputados federais da Bahia debatem resultado do relatório da CPI.
Deputados federais da Bahia debatem resultado do relatório da CPI.
Deputados federais da Bahia debatem resultado do relatório da CPI.
Deputados federais da Bahia debatem resultado do relatório da CPI.

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) criada na Câmara dos Deputados para investigar casos de violência e assassinatos contra jovens negros, batizada popularmente como CPI do Extermínio da Juventude Negra, chegou à conclusão dos trabalhos com a aprovação do relatório final apresentado pela deputada carioca Rosângela Gomes (PRB), que foi aprovado por unanimidade pelo colegiado. Membro da CPI e militante do movimento negro da Bahia, o deputado Bebeto Galvão (PSB) destacou o papel da comissão durante o período em que o colegiado se deslocou para diversas cidades brasileiras para apurar o genocídio da juventude negra e tentar encontrar soluções para combater o grave problema. Na Bahia, por exemplo, a CPI realizou diligências em Salvador e Itabuna.

O relatório propõe, dentre outra coisas, a criação de um Plano Nacional de Enfrentamento ao Homicídio de Jovens e prevê a destinação de 2% da arrecadação do Imposto de Renda e do IPI para serem utilizados em políticas públicas de combate à violência contra jovens negros. “A Comissão realizou um trabalho muito sério e comprometido, ouvindo os movimentos sociais, ativistas do movimento negro, realizando audiências públicas, indo in-loco nas cidades para identificar os problemas e por fim apresentar um documento propondo uma série de recomendações ao Poder Executivo, ao Ministério Público e ao Judiciário para tentar rever essa situação vivenciada pelos jovens”, afirma Bebeto, que também parabenizou a atuação dos colegas baianos membros da CPI,  Davidson (PCdoB) e Bacelar (PTN).

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108727 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]