Vereador crítica baixa qualidade da pavimentação realizada pela Prefeitura de Feira de Santana

Veículos atolam em ruas de Feira de Santana após breve período de chuvas.
Veículos atolam em ruas de Feira de Santana após breve período de chuvas.
Alberto Nery critica Prefeitura de Feira de Santana.
Alberto Nery critica Prefeitura de Feira de Santana.
Veículos atolam em ruas de Feira de Santana após breve período de chuvas.
Veículos atolam em ruas de Feira de Santana após breve período de chuvas.

“Eu quero saber se existe alguma lei obrigando as empresas que prestam serviços à Prefeitura a fazer reparação nas ruas pavimentadas?”. A indagação é do líder da bancada de oposição, vereador Alberto Nery (PT), em discurso na tribuna da Casa da Cidadania, na manhã desta quarta-feira (20/05/2015).

O petista disse que, na última terça-feira (19), acompanhou os pronunciamentos na Câmara e as notícias nos meios de comunicação sobre a situação da pavimentação das ruas que estão afundando e acontecendo acidentes mesmo antes de serem inauguradas. Como exemplo, ele citou a rua Canápolis, no bairro Parque Brasil, onde, recentemente, três veículos ficaram atolados, além de vias públicas no bairro Asa Branca.

Em aparte, o vereador Roque Pereira (PTN) disse que a população, muitas vezes, não colabora com a conservação dos logradouros. Segundo ele, “é em média 30 a 60 dias para ‘curar’ o cimento. Por exemplo, no loteamento Morada Tropical, fizeram um calçamento e, em menos de 10 dias, já estavam circulando carros por cima do calçamento. As empreiteiras colocam entulho nas vias, mas os moradores, simplesmente, retiram para circulação dos seus carros”, afirmou.

Também em aparte, o vereador Luiz Augusto de Jesus – Lulinha (PEN) disse que há uma lei que obriga as empresas prestadoras de serviços a fazerem os reparos nas pavimentações e demais obras, dentro de um prazo de dois anos.  “E enquanto não for entregue a obra, elas têm que fazer toda a revisão dos problemas detectados antes de ser inaugurada”, acrescentou.

O líder do Governo na Câmara, vereador José Carneiro (PSL), reconheceu que está existindo acidentes em algumas ruas por conta de problemas no calçamento, mas assegurou que o poder público municipal está atento. “O Governo não permite que as empresas que fazem essas obras vão embora sem a recuperação”, disse o edil, afirmando que o Governo não irá empregar recursos públicos em favor de empreiteira.

Rodoviários

Mudando de assunto, Nery comentou sobre a reunião ocorrida na última terça-feira (19), no município, entre o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviário de Feira de Santana (Sintrafs), do qual é presidente, e os empresários que operam o serviço.

Segundo ele, estava programada uma greve dos rodoviários nesta quarta-feira (20). Porém, as empresas de ônibus apresentaram uma proposta que prevê, entre outras coisas, 10% de reajuste salarial. Nery disse que ainda hoje, às 15 horas, haverá uma assembleia para apresentar a proposta aos rodoviários. O vereador acredita que a categoria vai acatá-la.

Na oportunidade, o edil criticou o Governo Municipal de Feira de Santana. “Nós vimos, em Salvador, o prefeito ACM Neto puxar para si as negociações, sentando na mesa com a direção do Sindicato, a classe trabalhadora e a classe patronal, intermediando uma proposta para que fosse evitada a greve dos rodoviários na capital baiana. Já o prefeito de Feira de Santana, o nosso sindicato mandou um ofício convidando que o poder público participasse das negociações, mas sequer eles deram ao luxo de participar”, queixou-se.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111149 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]