Vereador Beldes Ramos pede atenção para Jaguara e critica obras do Município de Feira de Santana

Beldes Ramos critica obra executada pela Prefeitura de Feira de Santana.

Beldes Ramos critica obra executada pela Prefeitura de Feira de Santana.

Durante discurso no grande expediente desta terça-feira (12/05/2015), na Câmara Municipal de Feira de Santana (CMFS), o vereador de oposição Beldes Ramos (PT) afirmou que a comunidade de Jaguara está esquecida. Na oportunidade, o edil pediu mais atenção do Governo Municipal para algumas obras que estão sendo realizadas em Feira de Santana.

“Na semana passada estive em Jaguara e observei que o mato está tomando conta do local; a estrada está em uma situação ruim e não foi incluída no pacote de obras do Município, sendo cobrado o reparo todos os dias pela população; o mercado está abandonado, assim como o posto médico. Os moradores de Jagura estão decepcionados com o prefeito, pois votaram nele, mas ele se esqueceu daquela localidade”, disse o petista.

Na sequência, Beldes criticou obras que estão sendo realizadas na cidade, a exemplo da passarela que liga o Centro de Abastecimento à rua Olímpio Vital, a construção do Shopping Popular e a reforma do Mercado de Arte Popular.

“A passarela que liga a rua Olímpio Vital ao Centro de Abastecimento está desrespeitando o direito à mobilidade urbana. Fizeram a base da passarela em cima do passeio. Então, para as pessoas passarem têm que fazer a volta na pista, colocando em risco a vida dos pedestres. Não sei de quem foi essa ideia”, reclamou.

O vereador também não é favorável à destruição do Centro de Artesanato do Centro de Abastecimento para a construção do Shopping Popular. “Aquele Centro de Artesanato é um patrimônio público; era para ser preservado ou tombado e não destruído para a construção do Shopping Popular. Não sou contra o Shopping Popular, mas entendo que ele deveria ser construído em outro lugar, a exemplo da Feira do Rolo, que tem um espaço grande e acolhe todos os comerciantes interessados no Shopping Popular”, sugeriu.

Quanto ao atraso nas obras do Mercado de Arte Popular, o petista acredita que falta interesse do Município para sua conclusão. “Muitas obras do Município estão atrasadas, não é só a do Mercado de Arte, mas também a da UPA da Queimadinha. Tudo em Feira que diz respeito à cultura ou saúde há o descaso e o abandono do Poder Público”.

Ele acrescentou: “se o Ministério da Cultura está solicitando alguns documentos é porque pode haver superfaturamento nesta obra. Quando se trata no atraso de obras que beneficiariam ambulantes, camelôs ou artesãos é um prejuízo para nossa cidade. É preciso que o Governo Municipal olhe com mais carinho para estas pessoas que são filhos legítimos de Feira de Santana”, avaliou Beldes.

Em aparte, o também oposicionista Edvaldo Lima (PP) parabenizou o discurso de Beldes e afirmou que existem obras paradas em toda a cidade e que também não é a favor da construção do Shopping Popular no Centro de Abastecimento.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]