Utilização da capacidade da indústria atinge menor nível para abril desde 2009

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Atividade industrial, em abril, caiu ao menor nível para o mês desde 2009.
Atividade industrial, em abril, caiu ao menor nível para o mês desde 2009.
Atividade industrial, em abril, caiu ao menor nível para o mês desde 2009.
Atividade industrial, em abril, caiu ao menor nível para o mês desde 2009.

A atividade industrial caiu em abril e atingiu o menor nível para o mês em seis anos. Segundo a Sondagem Industrial, divulgada na segunda-feira (25/05/2015) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), o setor trabalhou com 67% da capacidade instalada, 4 pontos percentuais abaixo da de abril do ano passado e no menor nível para o mês desde 2009.

Na escala elaborada pela CNI, a utilização da capacidade instalada efetiva em relação ao usual ficou em 35,6 pontos no mês passado e a evolução da produção, em 39,7 pontos. Os indicadores variam de 0 a 100. Abaixo de 50 pontos, o índice mostra queda nos indicadores. Em relação ao mercado de trabalho, o índice do número de empregados ficou em 43,1 pontos, também o menor da série histórica.

De acordo com a CNI, a queda na produção é intensa e está disseminada entre os setores, sobretudo nas empresas de médio e de pequeno porte. O indicador de estoques atingiu 51,8 pontos, indicando alta nos estoques das fábricas como resultado da queda das vendas.

Em relação às expectativas dos empresários para os próximos meses, a pesquisa confirmou a manutenção do pessimismo. Todos os indicadores ficaram abaixo da linha de 50 pontos. A expectativa de aumento de demanda caiu para 45,9 pontos em maio, ante 47,9 pontos em abril. O índice de perspectiva de aumento de exportações registrou 48,6 pontos.

O indicador de compras de matérias-primas ficou em 44,1 pontos. A expectativa de aumento do número de empregados atingiu 42,1 pontos. O índice de intenção de investimentos caiu pelo quinto mês seguido, para 44,2 pontos em maio, aumentando para 8,2 pontos o recuo acumulado no ano.

A CNI ouviu 2.327 empresas entre 4 e 13 de maio. Do total, 956 são pequena; 817, médias; e 554, de grande porte.

*Com informações das agências de notícias.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 121580 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.