Presidente de construtora Camargo Corrêa admite que houve pedido de doação de R$ 10 milhões para o PT

Audiência pública para tomada de depoimento do diretor-presidente da construtora Camargo Corrêa, Dalton dos Santos Avancini.
Audiência pública para tomada de depoimento do diretor-presidente da construtora Camargo Corrêa, Dalton dos Santos Avancini.
Presidente de construtora admite que houve pedido de doação de R$ 10 milhões para o PT. No entanto, segundo o empresário, pagamento que quitaria dívida de propina acabou não ocorrendo.
Presidente de construtora admite que houve pedido de doação de R$ 10 milhões para o PT. No entanto, segundo o empresário, pagamento que quitaria dívida de propina acabou não ocorrendo.

O empresário Dalton dos Santos Avancini, diretor-presidente da construtora Camargo Corrêa, admitiu à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras que houve um pedido para que a empresa fizesse uma doação oficial de R$ 10 milhões ao PT como forma de quitar uma dívida de propina para com o então diretor de Serviços da Petrobras, Renato Duque. Ele disse, porém, que a doação acabou não sendo feita.

Avancini afirmou isso ao responder pergunta do deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), que leu trecho de depoimento feito em processo de delação premiada pelo ex-gerente comercial da Camargo Corrêa Eduardo Leite.

“O senhor sabia da reunião em que foi feita essa proposta, com a presença do então tesoureiro do PT, João Vaccari Neto?”, perguntou o deputado. “Sim, fui informado dessa proposta”, disse o executivo.

Renato Duque é acusado de receber propina e repassá-lo ao PT, por meio de Vaccari. Os dois negam as acusações.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 106733 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]