Paulo Roberto Costa reafirma que propina saía da margem de lucro de empresas

Paulo Roberto Costa afirma que as empresas embutiam um adicional que podia chegar a 3% a mais na sua margem de lucro para o pagamento de propina.
Paulo Roberto Costa afirma que as empresas embutiam um adicional que podia chegar a 3% a mais na sua margem de lucro para o pagamento de propina.
Paulo Roberto Costa afirma que  as empresas embutiam um adicional que podia chegar a 3% a mais na sua margem de lucro para o pagamento de propina.
Paulo Roberto Costa afirma que as empresas embutiam um adicional que podia chegar a 3% a mais na sua margem de lucro para o pagamento de propina.

O ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa disse à CPI que investiga irregularidades na estatal que a propina paga por empresas a diretores, operadores e partidos políticos saía da margem de lucro das contratadas.

Segundo ele, as empresas embutiam um adicional que podia chegar a 3% a mais na sua margem de lucro para o pagamento de propina.

Ele explicou isso ao responder pergunta do relator da CPI, deputado Luiz Sérgio (PT-RJ), que o questionou a respeito de variações em seus depoimentos sobre a origem da propina: se saía da margem de lucro ou se era derivada de sobrepreço nas licitações.

“Se a empresa achava que, para ela, era confortável ganhar 12%, ela acrescentava 3% de propina dentro da margem de lucro”, disse. Costa atribuiu o sucesso do esquema à formação de cartel pelas empresas contratadas. “Se não tivesse a formação de cartel, [o sobrepreço] não existiria”, disse.

Ele negou que as propinas fossem fruto de “achaque” por parte dos diretores da Petrobras, como afirma a defesa das empresas acusadas.

*Com informações da Agência Câmara.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111021 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]