‘Onde estão os R$ 324 milhões que aprovamos para a saúde do município de Feira de Santana’, questiona vereador Edvaldo Lima

Edvaldo Lima dos Santos.
Edvaldo Lima dos Santos.
Edvaldo Lima dos Santos.
Edvaldo Lima dos Santos.

Em pronunciamento na Câmara Municipal de Feira de Santana, nesta quarta-feira (20/05/2015), o vereador Edvaldo Lima (PP) voltou a tecer críticas ao Governo Municipal, enfatizando que as reivindicações de interesse da coletividade não estão sendo atendidas.

Ele informou, por exemplo, que solicitou do poder público serviços de limpeza em todas as ruas do bairro Tomba e, até o momento, nada foi feito. “O bairro está virando pastagem; não tem mais varrição; não tem capinação; a feira do Tomba virou um lixo completo; a rua Força e Luz tem mais de 20 dias que eu solicitei a retirada do lixo, que tomou toda a extensão da rua. Eu espero que o Governo mande limpar o bairro Tomba”, disse.

Ainda com relação ao bairro mencionado, Edvaldo Lima cobrou do Governo do Município a colocação de redutores de velocidade nos logradouros e a reforma da Policlínica.

Bairro Baraúnas

Mudando de foco, o edil contou que, atendendo uma solicitação dos moradores, visitou, na tarde da última terça-feira (19), o Posto de Saúde da Baraúnas, que está funcionando em uma casa alugada sem estrutura. “Não tem laje, não tem forno, é telha pura, e é telha Eternit, o banheiro é bem colado à sala onde as pessoas recebem injeção, medicamentos; é um desastre! Será que o Governo não encontrou outro lugar melhor para alugar, uma casa com estrutura?”, questionou, recomendando uma visita da Comissão de Saúde da Câmara ao equipamento.

Edvaldo Lima completou: “é um desrespeito, é uma vergonha total o Posto de Saúde da Baraúnas. Eu quero saber onde estão os R$ 324 milhões que aprovamos para a saúde este ano?”, indagou.

Edvaldo rebate críticas de Zé Carneiro e Tonhe Branco

Em pronunciamento na sessão ordinária desta quarta-feira (20), o vereador Edvaldo Lima (PP) agradeceu aos edis Eremita Mota (PDT) e Beldes Ramos (BT) pelas palavras de defesa e fez sua própria defesa.

“Agradeço aos vereadores Eremita Mota e Beldes Ramos pela defesa, pois gostam das coisas transparentes como este vereador. Podem contar sempre comigo. O que falo aqui, digo com segurança e não atinjo a moral de quem quer que seja. Não vi nenhuma manifestação da corregedora quando aqui trago projetos e o líder do Governo, que tem o direito de defender o Governo, tenta atacar minha moral. Digo à corregedora que fui taxado aqui se satanás”, revelou.

E disparou contra o líder do Governo na Casa, vereador José Carneiro Rocha (PSL). “Peço respeito a Vossa Excelência porque eu lhe respeito. Vossa Excelência está no caminho errado, na contramão. Faço projetos para proteger a população, pois seu Governo nada faz para melhorar o transporte e a pavimentação. Quando uso esta tribuna é para atingir seu Governo e não a sua pessoa, mas o senhor fica incomodado. Porém, é preciso se preocupar com a população que lhe elegeu. Vossa Excelência não está se colocando como um líder nesta Casa, pois usa a tribuna para atacar este vereador. Coloque os pés no chão. Por isso parabenizo Lulinha, que em seus discursos faz a defesa do Município”, pontuou.

Edvaldo também lembrou que enquanto vereador continuará defendendo os interesses da população. “Trouxe aqui três projetos para melhorar o transporte público da cidade, mas o senhor como líder do Governo não permitiu a aprovação. Estou aqui para respeitar e defender os interesses da população e continuarei fazendo”, prometeu.

Em aparte, o líder governista garantiu que nenhum de seus pronunciamentos teve a intenção de ofender a pessoa do vereador Edvaldo Lima. “De maneira nenhuma quis ofender a pessoa do vereador, mas as posições antagônicas que apresenta. Digo que andou com duas pernas: uma do Governo do Estado e outra do Governo Municipal, da qual se beneficiou por muito tempo”, rebateu.

Mudando de foco

Ainda no uso da tribuna, o vereador Edvaldo Lima (PP) se reportou ao edil Tonhe Branco. “Com todo respeito, peço que o senhor coloque seus pés no chão e não se deixe emprenhar pelos ouvidos. Ande com suas pernas e não com as penas de José Ronaldo. Eu lhe procurei e lhe pedi que adiasse o projeto porque eu queria fazer a leitura dele com mais cuidado. Não sou contra o senhor, agora seu bairro é o que mais tem problemas com o transporte e o senhor nunca se uniu a este vereador em busca de melhorias”, disparou.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108614 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]