Oeste da Bahia ganha nova usina movida a cavaco de eucalipto

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Centro da cidade de São Desidério. UTE Bolbah, em São Desidério, vai produzir 50 MW de energia elétrica.
Centro da cidade de São Desidério. UTE Bolbah, em São Desidério, vai produzir 50 MW de energia elétrica.

A Bahia vai ganhar mais uma usina termelétrica movida a cavaco de eucalipto, com investimentos de R$ 227,5 milhões, em São Desidério, no oeste baiano. A Usina Termoelétrica Bolbah, da Bolt Energias, vai produzir 50 MW e energia elétrica. Durante a fase de instalação está prevista a criação de 150 novos postos de trabalho, enquanto na fase de operação serão criados 90 empregos, além dos indiretos. O início da operação da Bolbah está previsto para 2020.

Fundada no ano de 2010, a Bolt Energias é uma empresa de geração e comercialização de energia, posicionada no mercado da América Latina. Esta é a segunda usina da empresa na Bahia: o primeiro já está em fase de implantação, a UTE Campo Grande, localizada também no município de São Desidério. A térmica foi vencedora do leilão de energia do tipo A-5 em agosto de 2013 e terá capacidade instalada de 150 MW, com início do suprimento de energia previsto para 2018. A licença de Instalação do Inema foi concedida em agosto do ano passado. O investimento total deste empreendimento é R$ 771 milhões.

A construção da linha de transmissão que ligará as usinas ao Sistema                                       Interligado Nacional na Subestação da CHESF de Barreiras já foi aprovado pelo ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) e pela própria CHESF. As obras da construção da linha estão programadas para o segundo semestre deste ano e serão gerenciadas pela própria Bolt.

Vanguarda

“O estado da Bahia gera 2.094 MW de energia elétrica por meio de termelétricas. A instalação das usinas Campo Grande e Boltbah, no município de São Desidério, indicam a consolidação da Bahia como um dos Estado de vanguarda na geração de energia através de fontes renováveis”, destaca o Secretário de Desenvolvimento Econômico, Paulo Guimarães.

O secretário lembra também que a Bahia ocupa a liderança na cadeia produtiva de energia eólica, com potencial de geração de 195 mil MW, já o dobro da capacidade instalada do Brasil. São mais de 4 GW contratados, distribuídos em 168 empreendimentos e investimentos de R$ 16,2 bilhões.

Segundo Guimarães, o investimento total de quase R$ 1 bilhão da Bolt em São Desidério  contribuirá para que a economia local seja desenvolvida com a geração empregos diretos e indiretos, além da qualificação e treinamento da mão de obra. “As usinas terão capacidade de geração de 200 MW de energia elétrica a partir da queima de biomassa florestal, o que representa 38,5% do total de energia renovável produzida atualmente no estado em usinas termelétricas”.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113607 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]