Intelectual Sérgio Mattos prepara densa obra científica sobre o jornalismo na Bahia e participa da comissão nacional que estuda regulamentação da mídia

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Prof. Dr. Sérgio Mattos prepara lançamento de obra científica, e participa de grupo de estudo sobre regulação da mídia no Brasil.
Prof. Dr. Sérgio Mattos prepara lançamento de obra científica, e participa de grupo de estudo sobre regulação da mídia no Brasil.
Prof. Dr. Sérgio Mattos prepara lançamento de obra científica, e participa de grupo de estudo sobre regulação da mídia no Brasil.
Prof. Dr. Sérgio Mattos prepara lançamento de obra científica, e participa de grupo de estudo sobre regulação da mídia no Brasil.

Poucos intelectuais, no Brasil, reúnem as credenciais do professor Doutor Sérgio Augusto Soares Mattos. Atuando no jornalismo,  desde 1965, Sérgio Mattos foi da equipe fundadora da Tribuna da Bahia e atuou como editor do Jornal A Tarde por mais de 30 anos. Na área da educação dedicou-se ao ensino do Jornalismo, primeiro como professor da Universidade Federal da Bahia (UFBA) de onde aposentou-se, mas, devido a inquietude intelectual, realizou novo concurso e ingressou como professor do curso de jornalismo na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), onde atua desde 2008. Este jovem senhor, com 50 anos de prática jornalística e 40 anos de vida acadêmica, marca, mais uma vez, a trajetória intelectual contribuindo com duas importantes participações: a primeira é a produção de autobiografia,  intitulada “Vida privada no contexto público”, na qual relata a história contemporânea da Bahia com ele dentro, abordando várias passagens recentes do jornalismo baiano entre outros casos; a segunda, é a participação dele no grupo que estuda propostas para elaboração da Lei de regulamentação da mídia.

Contribuição literária

“Uma obra densa”, assim avalia Sérgio Mattos ao se referir à sua  mais recente produção literária. Ele revela, com exclusividade para o Jornal Grande Bahia, que o livro que pretende lançar no segundo semestre de 2015 é a mais densa obra produzida por ele. Densa, não apenas no número de páginas, 640 no total, mas pelo conteúdo. Na publicação, serão revelados os bastidores da produção da notícia, tentativas de cerceamento da liberdade de expressão, além de contar sobre as relações de poder no jornalismo baiano.

Regulação da mídia

Resultado do Seminário de Integração Institucional, realizado em novembro de 2014, a Socicom (Federação Brasileira das Associações Científicas e Acadêmicas de Comunicação) publicou portaria nomeando pesquisadores brasileiros com a finalidade de apresentar estudos e propostas sobre a regulação da mídia no Brasil.

O grupo de pesquisadores objetiva elaborar Projeto de Lei de Iniciativa Popular a ser apresentado, no segundo semestre de 2015, à sociedade, e aos representantes dos poderes legislativo e executivo. Representando o segmento acadêmico da Bahia, figura Sérgio Mattos. O grupo é presidido pelo professor Dr. Marcos Dantas, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Leia +

Intelectual Sérgio Mattos lança obra biográfica sobre jornalista feirense Edivaldo Boaventura

Reveja entrevista em vídeo com o intelectual jornalista Sérgio Mattos

Em entrevista, professor Sérgio Mattos discorre sobre os desafios das novas diretrizes do Curso de Jornalismo

Baixe

Portaria da Socicom nomeia pesquisadores para apresentar estudos sobre regulação da mídia no Brasil

Entrevista de Sérgio Mattos ao sítio Impressão Digital 126

 

Sobre Carlos Augusto 9651 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).