Governo leva água potável a 51 pequenas localidades da zona rural da Bahia

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sistema dessalinizador, que transforma água salobra em potável.
Sistema dessalinizador, que transforma água salobra em potável.
Sistema dessalinizador, que transforma água salobra em potável.
Sistema dessalinizador, que transforma água salobra em potável.

Para atender às comunidades que vivem em pequenas localidades e no meio rural disperso, a Companhia de Engenharia Ambiental e Recursos Hídricos da Bahia (Cerb), empresa da Secretaria Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS), construiu 51 de sistemas simplificados de abastecimento de água, onde foram investidos R$ 6 milhões, oriundos do Governo da Bahia, em parceria com o Ministério da Integração e Banco Interamericano de Desenvolvimento (Bird). A ação beneficiará 8,1 mil habitantes.

Os sistemas serão entregues pela Cerb, por meio de termo de transferência, às prefeituras de cada município para operação e manutenção. Segundo o presidente Marcus Vinícius Bulhões, o Governo do Estado tem se destacado, via Programa Água para Todos, em ações permanentes que vem desenvolvendo, em especial na região semiárida. “A nossa meta é atender essas comunidades dispersas, onde a água é um recurso valioso para sua sobrevivência e o abastecimento é feito de forma bastante precária”.

Em muitos lugares do estado, a água existe, mas não é adequada para o consumo humano devido a grande quantidade de sal, como é o caso de 16 localidades, onde os moradores sofriam por não terem acesso à água potável. A Cerb encontrou a solução, construindo sistemas simplificados de abastecimento de água com dessalinizador, equipamento que transforma água salobra em potável e de boa qualidade.

A Cerb também realiza um trabalho social de pré e pós empreendimentos, com objetivo de verificar as condições dos sistemas e ainda o grau de satisfação das comunidades beneficiadas. Os sistemas são construídos em localidades de pequeno porte da zona rural e englobam captação, adução, reservação, tratamento e distribuição. As captações, em sua maioria, são feitas a partir de poços tubulares profundos, perfurados pela Cerb, para o aproveitamento do lençol subterrâneo. Em alguns casos também são aproveitadas água superficiais.

Localidades beneficiadas

Lagoa Grande (município de Aracatu); Tamboril (Licínio de Almeida); Salina do Angico (Candiba); Batalha e Lagoa da Pedra das Analinas (Presidente Jânio Quadros); Balão de Baixo, Balão de Cima, Batalha, Engenho Velho e Queimada do Jacó (Guajeru); Cabaceira (Nova Ibiá); Lagoa Seca (Santa Terezinha); Juçara(Teolândia); Sucupira (Água Fria); Alto Covão, Cercado, Mangues, Ouricuri, Riacho Fundo-Antiga Alto Alegre (Morro do Chapéu); Caboré (Euclides da Cunha); Araticum/Velame e Velame de Cima (Heliópolis); Tapera (Ribeira do Pombal); Sítio Novo(Ibotirama); Anha, Barracão e Cabaças (Jaguarari); Queimada do Gui (Ourolândia); Monte Azul (Jucuruçu); Patos (Anagé); Lagoão (Boa Nova); Nogueira (Nova Canaã); Colônia, Neblina e Sítio (Tremedal).

Localidades beneficiadas com sistema mais dessalinizador

Tanquinho de Aroeira e Tigre (Caetité); Pau Preto (Guanambi); Lagoa do José Onório (Iuiu); Dinarte (Pindaí); Tapera do Clóvis (Cordeiros); Miranda (Mundo Novo); Carrapicho de Aparício (Ipupiara); Rocinha (Jaguarari); Jardim Dois e Serra dos Pombos (Anagé); Pancada (Boa Nova); Santo Antônio (Caetanos); Tamanduá (Maracás); Caraibinha e Lagoa Nova (Tremedal).

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113596 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]