Ex-ministro do STF Carlos Ayres Brito recebe título de cidadão baiano

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Carlos Ayres Brito recebe título de cidadão baiano.
Carlos Ayres Brito recebe título de cidadão baiano.
Carlos Ayres Brito recebe título de cidadão baiano.
Carlos Ayres Brito recebe título de cidadão baiano.

“Este título já estava escrito nos refolhos do meu coração (…) Coração que sempre bateu pendularmente do Sergipe do meu pai para a Bahia de minha mãe (…) Agradeço pela alegria, honra e orgulho que doravante sentirei de ser tão sergipano quanto meu pai e tão baiano como minha mãe”. Estas foram as palavras utilizadas pelo ministro Carlos Ayres Brito, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ao receber o título de Cidadão Baiano em sessão solene realizada na manhã de hoje, dia 8, na Assembleia Legislativa da Bahia. A solenidade foi prestigiada por diversas autoridades, dentre elas os procuradores-gerais de Justiça Adjuntos, Sara Mandra Rusciolelli Souza e Wellington César Lima e Silva.

Natural do município de Propriá, em Sergipe, Ayres Britto afirmou que possui uma “identidade visceral” com a Bahia. Sua mãe, Dalva Ayres de Britto, era de Santo Amaro, cidade do Recôncavo Baiano, e sua esposa, Rita de Cássia Reis de Britto, é natural de Vitória da Conquista, no sudoeste baiano. Ele citou também sua profunda admiração por poetas, pensadores e artistas baianos, como Castro Alves e Armandinho Macedo, e relembrou momentos vividos na Bahia desde muito jovem. Por isso, afirmou o ministro, ele se sentia “ungido” com um título “superlativamente honroso”.

O título de cidadão baiano foi proposto pela deputada estadual Fabíola Mansur, que destacou a atuação humanitária e o grande papel exercido por Ayres Britto no país. Ela relembrou votos importantes do ministro como nos casos de uso de células tronco; interrupção de gravidez de fetos anencéfalos; direito à união estável de casais homossexuais; cotas raciais em universidades públicas; e demarcação de terras indígenas da Raposa Serra do Sol. A atuação do ministro no combate à impunidade durante o julgamento da Ação Penal 470, que ficou mais conhecida como processo do mensalão, também foi pontuada pela deputada.

Participaram da solenidade o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Nilo; a desembargadora Nágila Brito; a senadora Lídice da Mata; os presidentes dos Tribunais de Contas do Estado, Inaldo Araújo, e dos Municípios, Francisco Neto; o procurador-geral do Estado, Paulo Moreno; os ex-governadores da Bahia, Roberto Santos e Waldir Pires; o escritor Joaci Góes, dentre outros.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 122004 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.