Deputado Sandro Régis diz que Casa Legislativa carimba página negra na história política da Bahia

Oposição na Alba critica proposta de reajuste do governo do estado para servidores.
Oposição na Alba critica proposta de reajuste do governo do estado para servidores.
Oposição na Alba critica proposta de reajuste do governo do estado para servidores.
Oposição na Alba critica proposta de reajuste do governo do estado para servidores.

“A Assembleia Legislativa carimba hoje uma página negra na história política da Bahia”. Com essa frase, o líder da Oposição na Alba, Sandro Régis (DEM), lamentou a aprovação do projeto do governo que reajusta o salário do funcionalismo estadual da forma como foi encaminhada pelo governo e que, segundo ele, não atende aos anseios da categoria. ” A bancada de oposição lutou até o último instante para retirar o projeto de pauta, a fim de que fosse reavaliado pelo governo e retornasse com proposta mais justa para os servidores”, disse Sandro Régis, lembrando que a oposição apresentou emenda propondo pagamento do reajuste em parcela única de 6,41%, retroativa a janeiro, que é data base dos servidores, mas não foi aprovada. ” A oposição votou a favor dos servidores. A proposta do governo em parcelar o reajuste em duas vezes é inconstitucional e desrespeita a data base da categoria”, bradou, informando que cerca de 30 mil servidores estaduais vão receber, de março a novembro, abaixo do salário mínimo. “O que é uma ilegalidade”, reforçou.

O tucano Adolfo Viana não poupou críticas aos deputados da base do governo e disse que ao aprovar o projeto, esses parlamentares massacraram os servidores públicos. Em discurso duro, Viana acusou os governistas de serem subservientes e defenderem os interesses do Executivo em detrimento das reais necessidades da sociedade. Referindo-se à minoria da oposição, Adolfo Viana foi categórico: “Somos menor em quantidade, porém maior em moral, ética e comprometimento com a Bahia”.

Ainda mais contundente, o deputado Targino Machado (DEM), fez questão de declarar seu voto contrário ao projeto e disse que a aprovação era resultado da escolha dos eleitores em pessoas erradas para representá-los. “O povo está votando errado”, insistiu, fazendo questão de concluir cantando a mesma música provocativa entoada na sessão de terça-feira: ” Pagou com traição/ a quem sempre lhe deu a mão”. O deputado foi acompanhado em coro pelos servidores que lotavam a galeria da Casa e que durante a agitada sessão, não cansou de aplaudir os deputados oposicionistas.

Reajuste aprovado deixa cerca de 30 mil servidores recebendo menos que o salário mínimo 

“Aquelas mesmas mãos que na campanha afagaram os servidores, hoje, se fecharam”, alfinetou o deputado estadual Carlos Geilson, ao criticar a postura dos parlamentares da base do governo, que foram favoráveis ao projeto de reajuste questionado e protestado pelos servidores. Mesmo com votos contra dos deputados de oposição, o reajuste foi aprovado na Assembleia Legislativa na noite desta quarta-feira (06/05/2015), com parcelamento do percentual de 6,41% concedido em duas parcelas, sendo 3,5% retroativo a março e 2,9% em novembro.

De acordo com Geilson, com esse reajuste dado pelo Poder Executivo cerca de 30 mil funcionários não chegarão a receber sequer o teto do salário mínimo. Ele ainda lembrou alguns episódios durante a campanha eleitoral, quando o então candidato ao governo, Rui Costa, acusava o ex-governador Paulo Souto de não valorizar o servidor. “E o que faz o Partido dos Trabalhadores hoje? Rui Costa prometeu até pagar o dinheiro da URV aos servidores durante debate na campanha eleitoral e hoje vira as costas para eles”.

“A oposição tinha apresentado uma emenda que concedia esse aumento retroativo a janeiro, que é a data-base do funcionalismo público estadual, uma conquista dos trabalhadores, que foi jogada no lixo nesta noite”, salientou Geilson. O deputado destacou o choro e a tristeza dos servidores que estavam nas galerias da ALBA, e foram embora decepcionados com a falta de sensibilidade do governo.

Leia +

Deputados estaduais da Bahia aprovam proposta de reajuste salarial do governo para servidores do estado

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109844 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]