Deputado José de Arimateia realiza sessão especial e feira de adoção animal na Alba

Deputado José de Arimateia realiza sessão especial.
Deputado José de Arimateia realiza sessão especial.
Deputado José de Arimateia realiza sessão especial.
Deputado José de Arimateia realiza sessão especial.

Uma data marcada por emoção. Assim o deputado estadual José de Arimateia (PRB) classificou a manhã desta quinta-feira (30/04/2015), na qual foi realizada a Sessão Especial pela passagem do Dia Nacional dos Animais no Plenário da Assembleia Legislativa da Bahia. A abertura do evento aconteceu com uma feira de adoção animal, algo inédito, pois nenhuma Casa Legislativa do Brasil havia realizado uma mobilização semelhante antes. O ato ocorreu no estacionamento da AL-BA com 15 cães e gatos, em parceria com a Organização Não Governamental (ONG) Célula Mãe.

Segundo Arimateia, proponente do evento, uma das suas expectativas com a Causa animal é que o Governo do Estado venha acatar uma Indicação de sua autoria para a construção de um Hospital Público Veterinário na Bahia. Ele afirmou ainda o desejo de contar com o maior empenho e atenção do governador Rui Costa (PT). “Vale ressaltar que esta Indicação foi encaminhada desde o ano de 2012, ainda no governo de Jaques Wagner”, pontuou.

No ensejo, o deputado aproveitou também para pedir aos senhores deputados do Parlamento baiano o apoio para aprovação do Projeto de Lei nº 20444/2013, de sua autoria, que objetiva proporcionar o atendimento veterinário gratuito aos animais da população carente em todo o Estado da Bahia. “Conto com a sensibilidade de todos os parlamentares. Acredito que a compaixão do homem para com outras espécies deve ser posta em prática de forma igualitária, ao contrário da realidade em que vivem 100 mil animais abandonados, somente em Salvador”, destacou, afirmando que no Brasil são mais de 40 milhões desamparados.

Ativista assídua da causa, Patruska Barreio afirmou que esta realidade é ainda mais complicada quando se trata de Brasil. “Dos 40 milhões de animais abandonados, infelizmente, é provável que 90% não conseguirão um lar”, lamentou, pontuando que, como ativista, tem lutado com veemência para que essa realidade seja mudada através da adoção e castração animal.

Num pronunciamento emocionado, Janaína Rios, da ONG Célula Mãe, ressaltou em seu discurso a importância da adoção. “Tenho certeza de que o animal é um ponto chave para a transformação da humanidade”, afirmou. Além disso, a ativista manifestou apoio à frente parlamentar de proteção aos animais, proposta pelo deputado Arimateia e já em tramitação na Casa. A frente pretende avaliar a situação das associações e ONGs baianas, discutindo carências existentes e apoiando-as na aprovação de projetos sugeridos, cobrar tanto dos parlamentares a aprovação dos que já estão tramitando, quanto da Secretaria Estadual de Segurança Pública mais rigor na apuração de crimes contra animais, além de outras ações.

Conforme relatou o médico veterinário e chefe do Setor de Vigilância da Raiva do Centro de Zoonozes do município de Salvador, Aroldo Borges Carneiro, cerca de 60 milhões de pessoas morrem de raiva no mundo, especialmente na Ásia e África, por questões socioeconômicas e falta de acesso adequado a controle de saúde. “É fundamental estar atento ao contágio drástico, que acontece por mordedura e lambedura de mucosas e arranhões. Vale ressaltar que, de 2003 a 2015, foram 122 casos no Brasil”, disse.

A advogada e especialista em Direito Ambiental, além de ativista da causa animal, Ana Andrade, falou sobre a lei branda em relação aos animais e a crescente violência. Nessa perspectiva, ela comemorou a aprovação do Projeto de Lei 2833/11, do deputado Ricardo Tripoli (PSDB-SP), que criminaliza condutas contra a vida, a saúde ou a integridade de cães e gatos, pois altera as penalidades dos crimes dispostos no projeto, tais como matar animais, promover luta entre eles, conhecidas como rinhas, ou expor a perigo de vida esses seres. O projeto deverá ser votado ainda pelo Senado.

Também estiveram presentes diversos ativistas e simpatizantes da causa, como Ricardo Lima, presidente da Associação Protetora dos Animais de Feira de Santana (APA), o veterinário Rafael Carvalho e a Força Jovem da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD). A sessão contou com as apresentações do Coral da Escola do Legislativo e do cantor e compositor Junior Keréto.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108745 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]