ALBA: Deputado Eduardo Salles comemora acordo que mantém benefícios dos pescadores

O parlamentar baiano foi a Brasília acompanhar a votação dos destaques da MP 665.
O parlamentar baiano foi a Brasília acompanhar a votação dos destaques da MP 665.

Eduardo Salles encerrou, na noite desta quinta-feira (07/05/2015), sua peregrinação pelos gabinetes da Câmara Federal, em Brasília. A missão do parlamentar estadual baiano na capital foi sensibilizar os deputados federais sobre a necessidade de manter o direito dos pescadores de receber concomitantemente o seguro-defeso e o Bolsa Família.

O pagamento em conjunto dos dois benefícios estava em risco após a aprovação da MP (Medida Provisória) 665. “É uma injustiça”, protestou Eduardo Salles, que contou em Brasília com a ajuda dos deputados federais Mário Júnior e Cacá Leão.

“O seguro-defeso serve principalmente para garantir uma renda ao pescador no momento em que ele não pode exercer sua atividade e é uma política efetiva de preservação ambiental. Já o Bolsa Família tem finalidade social”, alertou o parlamentar baiano.

“Só a Bahia tem 135 mil pescadores cadastrados no Ministério da Pesca e 60% deste total tem direito ao seguro-defeso”, informou Eduardo Salles.

Os deputados federais aprovaram o texto em que os pescadores terão o Bolsa Família suspenso nos meses em que receber pagamento do seguro-defeso. A proposta inicial era que o trabalhador estivesse cadastrado em apenas um programa e fosse excluído sumariamente do outro.

“Não é o que queríamos, pois desejávamos que continuasse como estava. Mas conseguimos evitar que o pescador perdesse completamente o acesso a um dos dois benefícios”, reconheceu o parlamentar.

Para Eduardo Salles, a transferência do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) para o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) a competência para concessão do seguro-defeso ao pescador prejudica a categoria. “Essa modificação vai atrapalhar muito a vida do trabalhador”, lamentou.

Pedido

Eduardo Salles ouviu na última segunda-feira (4), durante a abertura do 18º Encontro de Pescadores da Bahia, o pedido dos trabalhadores para lutar contra a votação que podia cancelar completamente o pagamento de um dos dois benefícios.

“Eu considero os pescadores verdadeiros guerreiros. Não podemos abandoná-los. Lamentamos não ter revertido completamente, mas acho que se não fosse a mobilização, os trabalhadores perderiam muito mais”, concluiu Eduardo Salles.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 107970 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]