Deputado Daniel Almeida preside frente parlamentar em defesa da Caixa Econômica Federal

Deputado Daniel Almeida defende interesses dos trabalhadores da Caixa Econômica Federal.
Deputado Daniel Almeida defende interesses dos trabalhadores da Caixa Econômica Federal.
Deputado Daniel Almeida defende interesses dos trabalhadores da Caixa Econômica Federal.
Deputado Daniel Almeida defende interesses dos trabalhadores da Caixa Econômica Federal.

Foi lançada, nesta quinta-feira (14/05/2015), na Câmara dos Deputados, em Brasília, a Frente Parlamentar em Defesa da Caixa Econômica Federal (CEF). A iniciativa do deputado Daniel Almeida (PCdoB-BA), que irá presidir a frente, contou com o apoio de outros 223 deputados e dos funcionários e gestores, que veem no parlamento importante espaço para travar a luta pela manutenção da Caixa como uma empresa 100% pública.

O deputado Daniel Almeida, ao abrir a solenidade de instalação da frente, deu o tom dos discursos que se seguiram. “A motivação inicial de formatação dessa frente parlamentar é a defesa da Caixa 100% pública. Mas não apenas de defendê-la, mas de fortalecê-la nas relações com o povo brasileiro”, explicou o parlamentar.

Ele destacou, a exemplo dos demais oradores, a trajetória da Caixa, uma instituição de 150 anos de existência, criada ainda no Império, e que desenvolve, com igual competência, sua função comercial e social.

O parlamentar anunciou que, logo após a instalação da frente parlamentar, será realizada reunião para montar o calendário de atividades, que inclui a discussão de temas importantes para que a Caixa continue a desenvolver um trabalho que corresponda às expectativas da população brasileira.

Ameaça ao Estado brasileiro

O presidente do Sindicato dos Bancários da Bahia, representante da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Augusto Vasconcelos, saudou a iniciativa de Daniel Almeida na luta em defesa da Caixa, que, segundo ele, é também em defesa dos trabalhadores e da sociedade brasileira.

Ele explicou que os ataques sistemáticos da mídia e de setores que representam o capital contra as estatais faz parte da estratégia para inviabilizar as instituições públicas dentro do projeto de esvaziamento do Estado. “E com a Caixa não é diferente, que já sofreu processo de esvaziamento na década de 1990, na época do governo neoliberal do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso; e uma frente parlamentar hoje ganha conotação de defesa do Estado, que deve ser preocupar – para além do lucro – com o fomento do desenvolvimento do país.”

A Frente Parlamentar vai dar seguimento à luta iniciada pelo movimento sindical, no início do ano, quando foi apresentada a proposta de abertura do capital da Caixa Econômica Federal.  “A proposta foi muito malvista e produziu uma reação que conseguiu barrar esse processo, mas temos que impedir que esse tema volte à tona e para isso contamos com a ajuda do parlamento por intermédio dessa frente parlamentar”, afirmou Vasconcelos.

A defesa da Caixa, como empresa 100% pública pela importância que tem no desempenho do papel de banco social, foi destacada nos demais discursos, de parlamentares, como a deputada Érica Kokay (PT-DF), que exercerá o cargo de vice-presidente da frente parlamentar; de gestores, como José Carlos Medalha, vice-presidente de Governo da CEF; e outros sindicalistas presentes ao evento, como Jair Pedro Ferreira, da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa (Fenae), e Roberto Von Der Osten, da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf).

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 116841 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.