CPI pode convocar Rodrigo Janot para explicar pedidos de inquérito da Operação Lava Jato

CPI pode convocar Rodrigo Janot.
CPI pode convocar Rodrigo Janot.
CPI pode convocar Rodrigo Janot.
CPI pode convocar Rodrigo Janot.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, poderá ser convocado para depor na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras, se for aprovado requerimento de convocação apresentado hoje (07/05/2015) à CPI pelo deputado Paulo Pereira da Silva (SD-SP), para que Janot esclareça os critérios que está usando para os pedidos de abertura de inquérito da Operação Lava Jato.

O requerimento, que deverá ser pautado para votação na CPI nos próximos dias, gerou divergências entre integrantes da comissão. O presidente do colegiado, deputado Hugo Motta (PMDB-PB), disse que o documento está dentro dos critérios exigidos, com justificativa e tudo que é necessário para apresentação. “É um requerimento normal, igual a tantos outros. Não vejo a convocação do procurador como um constrangimento a ele”. “Vivemos numa democracia e ninguém está acima da lei”, acrescentou o presidente da CPI.

O relator da comissão, deputado Luiz Sérgio (PT-RJ), criticou a apresentação do requerimento de convocação do procurador e disse que se pudesse resumir em uma frase diria: “Lamento a apresentação do requerimento. Isso é uma provocação indevida e que não ajuda o trabalho da CPI, porque ela não foi criada para isso”, disse o relator.

Luiz Sérgio disse que essa não é a primeira vez que se tenta convocar o procurador para depor em uma CPI. Ele recordou que durante o funcionamento da CPMI sobre Carlinhos Cachoeira, foi apresentado um requerimento para a convocação do então procurador Roberto Gurgel, mas “foi quase que unânime a posição de que o Poder Legislativo não poderia provocar o Poder Judiciário através do Ministério Público”.

*Com informações da Agência Brasil.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110984 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]