Edição 2015 do ‘Dia Municipal do Livro dos Espíritos’ é destacado em sessão solene da Câmara Municipal de Feira de Santana

Vereador Reinaldo Miranda Vieira Filho (Ronny) preside sessão solene em homenagem ao 'Dia Municipal do Livro dos Espíritos'.
Vereador Reinaldo Miranda Vieira Filho (Ronny) preside sessão solene em homenagem ao 'Dia Municipal do Livro dos Espíritos'.
Vereador Reinaldo Miranda Vieira Filho (Ronny) preside sessão solene em homenagem ao 'Dia Municipal do Livro dos Espíritos'.
Vereador Reinaldo Miranda Vieira Filho (Ronny) preside sessão solene em homenagem ao ‘Dia Municipal do Livro dos Espíritos’.

A sessão solene realizada na noite da quinta-feira (16/04/2015), no plenário da Casa da Cidadania, celebrou o Dia Municipal dos Espíritos, comemorado anualmente no dia 18 de abril, de acordo com resolução de nº 0402/03, de autoria do vereador Antônio Carlos Passos Ataíde.

O vereador Pablo Roberto (PT), após saudar os presentes na solenidade, disse que, “ao instituir esta data, o Poder Legislativo possibilita que as pessoas possam conhecer um pouco mais da doutrina. Por isso, 18 de abril é considerado como um marco para a doutrina espírita. Cada 18 de abril relembra o ano de 1857 e, este ano, completa 158 anos de lançamento do Livro dos Espíritos, obra que representa um momento peculiar e de elevada importância para a sociedade, que nos traz preparação para o enfrentamento das questões da vida”, afirmou.

Ele lembrou grandes nomes do espiritismo e os princípios da religião. “Enfatizando a contribuição espiritual obtida por Alan Kardec na publicação e os ensinamentos contidos em ‘O Livro dos Espíritos’, no qual encontramos recursos para que se compreenda, sem mistérios, as leis de causa e efeito, a reencarnação, a evolução do espírito, as ocupações e missões dos espíritos, entre tantas outras respostas, embasadas sempre pela ciência, filosofia e religião, reitero o meu pensamento, salientando que a religião mais importante é aquela que acolhe, que prega a paz, a irmandade, que faz a pessoa se sentir melhor, porque o valor mais importante da vida é o amor, e estes ensinamentos foram e continuarão sendo perpetuados pelo grande Alan Kardec, Chico Xavier e Divaldo Franco”, pontuou.

O palestrante da noite, Marcel Mariano, destacou a vida após a morte, tomando como base a doutrina espírita de que a morte não é o fim. “A vida não termina no túmulo, o túmulo é apenas uma saída do vaso físico para continuar a vida. A vida continua, apenas o vaso já deteriorado se vai, a vida prossegue, porque esses escritores, esses sábios voltaram, demonstrando de maneira absolutamente incontestável de que a vida não se encerra”, disse ele, fazendo alusão a livros e textos psicografados que dão conta de como seria o pós-morte.

A imagem que os espíritas têm da vida após a morte foi enfatizada com a ideia da eternidade, porém, diferente da imagem de um céu ou inferno infindável. “Não vamos para um céu eterno onde não haveria nada para fazer, o que seria um inferno no ócio. Deus não condenaria seus filhos a um lugar assim”, ressaltou. Segundo Marcel, esta doutrina não teve receio de estudar a morte como em outras religiões. “Por que termos medo da morte se esta é a maior certeza da existência?”, questionou.

Estiveram presentes na sessão presidida pelo presidente da Casa da Cidadania, Reinaldo Miranda – Ronny (PSDB), o ex-vereador Carlito Moreira (representando o prefeito José Ronaldo de Carvalho); Marcos Machado Ramos, coordenador de Gestão do Conselho Espírita 3; o secretário de Meio Ambiente, Roberto Tourinho; a vereadora Eremita Mota (PDT); além de adeptos e simpatizantes do espiritismo.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109690 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]