Deputado Carlos Geilson diz que governador Rui Costa herdou a verdadeira herança maldita

Deputado Carlos Geilson comenta sobre crise no estado.
Deputado Carlos Geilson comenta sobre crise no estado.
Deputado Carlos Geilson comenta sobre crise no estado.
Deputado Carlos Geilson comenta sobre crise no estado.

“Está mais do que claro que, o estado da Bahia está quebrado”, disparou o deputado estadual Carlos Geilson, em pronunciamento na Assembleia Legislativa da Bahia, nesta quarta-feira (15/04/2015). De acordo com parlamentar, nesses 100 dias de gestão, o governador Rui Costa (PT) está fazendo malabarismos para mostrar que tem aptidão para administrar e capacidade para tal.

“A verdade é que o governador pegou uma bomba chiando, o estado quebrado. E, por dever lealdade ao seu padrinho Jaques Wagner, ele se sente incomodado e desconfortável em dizer publicamente como se encontra o erário baiano. Esta é a verdadeira herança maldita”, alfinetou o parlamentar. Ele ainda lembrou do caos da saúde na Bahia, e disse o problema está tão insustentável que o atual secretário de Saúde, Fábio Villas Boas, não está poupando críticas veladas à antiga gestão. “E faz muito bem! Porque ele pegou a saúde numa situação muito ruim e, cai em seus ombros o peso e a cobrança das dificuldades que o serviço está enfrentando”.

O deputado ainda aproveitou o pronunciamento e criticou algumas ações do movimento contra a terceirização. De acordo com ele, manifestantes interditaram a BR-324 e a Estrada do Feijão por algumas horas, queimando pneus e causando longos engarrafamentos. “A BR-324, por exemplo, é a principal ligação do interior com Salvador. Não sou contra às manifestações, àqueles que se sentem prejudicados devem protestar, mas esse protesto não pode impedir o direito de ir e vir dos cidadãos”, pontuou.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 106596 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]