Vereador Edvaldo Lima tece críticas à licitação do transporte coletivo de Feira de Santana

Vereador Edvaldo Lima dos Santos critica processo licitatório.
Vereador Edvaldo Lima dos Santos critica processo licitatório.
Vereador Edvaldo Lima dos Santos critica processo licitatório.
Vereador Edvaldo Lima dos Santos critica processo licitatório.

No uso da tribuna, durante o horário do grande expediente da Casa da Cidadania, nesta terça-feira (31/03/2015),o vereador Edvaldo Lima (PP) rebateu as críticas feitas contra ele por José Carneiro (PSL) e mostrou seu posicionamento em relação à licitação do sistema de transporte coletivo urbano da cidade de Feira de Santana.

Edvaldo Lima avaliou a licitação do sistema de transporte coletivo da cidade. “Está em andamento uma licitação para o sistema de transporte coletivo e, pelo que tive conhecimento, houve uma empresa que se sentiu prejudicada e recorreu para que possa ter o direito de explorar o serviço em Feira. O que me chama a atenção é que parece que este é um jogo de carta marcada e que a carta marcada já está na mesa”, salientou.

O vereador disse também que soube que uma empresa de Feira de Santana está envolvida no processo licitatório, mas os recursos disponibilizados não são condizentes com o solicitado no edital. “Ao que tudo indica, essa empresa não tem condições de assumir o transporte em Feira. Estou muito preocupado com esta licitação”.

Em aparte, o líder do Governo na Casa, vereador José Carneiro, afirmou que o Edvaldo Limaprecisa ter cuidado com as denúncias que faz e pediu que constasse em ata, na íntegra, as falas do oposicionista. “Vossa Excelência pediu muitas vezes um novo processo licitatório para o transporte e, quando o Governo atende Vossa Excelência, diz que é jogo de carta marcada e que as cartas estão na mesa. É preciso ter cuidado. Por isso, peço que conste em ata as frases do vereador, que afirma que esta licitação é jogo de carta marcada”.

De volta com a palavra, o edil Edvaldo declarou que não tira uma vírgula do seu pronunciamento. “Não tiro uma vírgula do que falei. E, se não fosse carta marcada, o problema do transporte coletivo em Feira já estava resolvido. Vou provar que é carta marcada. O Governo fez o que quer nesta cidade. Irei, inclusive, levar o caso ao Ministério Público e pedir que acompanhe de perto esta licitação”, prometeu.

Também em aparte, o líder da oposição, vereador Alberto Nery (PT), concordou com as palavras de Edvaldo. “Também não tiro uma vírgula do que Edvaldo disse. Já pedimos uma investigação a este processo licitatório e é possível que ele nem seja concluído. O que Vossa Excelência disse tem procedência, queremos transparência”, pontuou.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110991 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]