Secretário Municipal de Transportes e Trânsito de Feira de Santana responde questionamentos sobre sistema de transporte público

Secretário Municipal de Transportes e Trânsito de Feira de Santana, Ebenezer Tuy, tenta explicar situação caótica do serviço de transporte público municipal.

Secretário Municipal de Transportes e Trânsito de Feira de Santana, Ebenezer Tuy, tenta explicar situação caótica do serviço de transporte público municipal.

O secretário municipal de Transportes e Trânsito, Ebenezer Tuy, se fez presente na Câmara Municipal de Feira de Santana, na manhã desta terça-feira (31/03/2014). Tuy foi convocado através de requerimentos dos vereadores José Carneiro (PSL) e Edvaldo Lima (PP) para prestar esclarecimentos sobre diversos assuntos referentes à sua pasta, entre eles: licitação do transporte coletivo, funcionamento do sistema de transporte coletivo no município, ações e funcionamento da Superintendência Municipal de Trânsito.

Após dar as boas vinda sao secretário, o líder do governo na Câmara, José Carneiro (PSL), fez indagações a cerca da licitação pública para a escolha de novas empresas para operarem o sistema de transporte coletivo urbano de Feira de Santana.

Em seguida, o vereador Edvaldo Lima (PP) questionou o secretário Tuy sobre a empresa Princesinha que, segundo ele, estava rodando pelas ruas da cidade sem a sua logomarca. Conforme o oposicionista, após as suas reclamações, a empresa passou a prestar o serviço de forma legal.

“Por que a empresa ficou clandestina durante esse tempo, rodando sem a sua logomarca? Em caso de um acidente com um ônibus desse, quem fosse prejudicado, teria que recorrer a quem?”, questionou. Edvaldo ainda quis saber sobre a qualidade e quantidade dos ônibus, quais estratégias estão sendo adotadas para a melhoria do transporte público, quem teria falhado na fiscalização para que o transporte chegasse ao ponto que está e sobre os encargos trabalhistas dos funcionários das empresas.

Após os questionamentos dos autores dos requerimentos, foram disponibilizados cinco minutos aos outros edis para que pudessem fazer perguntas, críticas, avaliações e elogios ao trabalho da Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito.

O secretário Ebenezer Tuy agradeceu a oportunidade de prestar esclarecimentos na Casa da Cidadania.  Ele fez questão de apresentar as ações e os avanços da sua gestão na SMTT. “Encontrei a Secretaria numa situação difícil, mas consegui superar as barreiras que encontrei”, afirmou.

O secretário falou ainda que a frota estava toda sucateada e que não encontrou um termo de notificação nem uma vistoria de ônibus coletivo. Ele disse que se deparou com profissionais que alegaram estar trabalhando em más condições devido aos ônibus quebrados. Tuy salientou que todos esses ônibus em condições precárias foram recolhidos das ruas. “Foram ao todo 79 ônibus que recolhi, para o bem estar dos motoristas e da sociedade”.

No que tange à licitação do transporte coletivo urbano, o secretário disse que já houve a primeira fase, que é a de habilitação em que havia quatro empresas, sendo que duas delas não cumpriram com as exigências do certame.

“Sobre meandros da licitação não tenho como passar para os senhores porque não faço parte dela. O que sei é que nessa licitação atual a frota operacional deve ser de 248 ônibus. Hoje temos uma frota de 193. Os bairros serão contemplados com os alimentadores: micro-ônibus com alta capacidade, que deixarão os passageiros no terminal de integração”, explicou. Segundo Tuy, dessa forma, haverá mobilidade urbana com confiança e incentivo para o bom desenvolvimento sustentável.

Elea firmou que o Sistema Integrado de Transporte de Feira de Santana (SIT) é bom.  Em sua opinião, o que não funciona é o serviço prestado pelas empresas de transporte coletivo.

No que concerne ao BRT, Tuy disse ser estritamente necessário a sua implantação, “já que a cidade tem uma frota de 235 mil veículos e é preciso que se dê uma opção aos munícipes”.

Com relação às pessoas que lidavam com transporte irregular de passageiros, o secretário informou que não pode responder pela Superintendência Municipal de Trânsito, uma vez que o órgão possui uma pessoa que o dirige.   Tuy se comprometeu em responder pessoalmente a cada vereador na SMTT, caso algum deles não tenha ficado satisfeito com suas respostas.

O vereador David Neto (PTN) não se sentiu satisfeito com as explicações e, por esse motivo, prometeu dar entrada em um requerimento para a realização de uma audiência pública, ondeo referido secretário será também convidado para prestar mais esclarecimentos sobre os assuntos pertinentes à sua pasta. O vereador Alberto Nery (PT) concordou com o seu colega e garantiu que assinará o documento. O petista ainda deu a notícia de que o processo licitatório para a escolha de empresas do transporte coletivo estava suspenso.

 

 

 

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]

Be the first to comment on "Secretário Municipal de Transportes e Trânsito de Feira de Santana responde questionamentos sobre sistema de transporte público"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*