Pela primeira vez, governador baiano atende MST no primeiro dia da chegada da marcha

Governador Rui Costa recebe lideranças do MST na Governadoria.

Governador Rui Costa recebe lideranças do MST na Governadoria.

Membros do MST acompanham discurso do governador Rui Costa.

Membros do MST acompanham discurso do governador Rui Costa.

O governador da Bahia Rui Costa (PT) recebeu as lideranças do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), na tarde desta terça-feira (17/03/2015), durante reunião na governadoria, no Centro Administrativo da Bahia, em Salvador. Essa é a primeira vez, em 31 anos, que o MST é recebido no primeiro dia de chegada da marcha à capital. Cerca de seis mil sem terra montaram acampamento no CAB em luta pela reforma agrária e por mais infraestrutura no campo.

Segundo o dirigente nacional do movimento, Márcio Matos, os trabalhadores devem iniciar o regresso para suas regionais em diferentes territórios do estado. “Negociamos com o governo, que foi célere na resolução, e pela primeira vez tivemos uma reunião com lideranças no mesmo dia que chegamos da caminhada. O governador se comprometeu em auxiliar o movimento com infraestrutura, segurança e serviços públicos, como construção de quadras de esportes, postos de saúde e escolas nos assentamentos”, afirma Matos, ao lado de Evanildo Costa, da direção estadual.

De Brasília, o deputado federal Valmir Assunção (PT-BA), cumpria agenda em Ministérios quando foi informado do avanço nas negociações e do acordo feito pelo governador Rui Costa com o movimento. “Já era de se esperar que o chefe do Executivo tivesse essa postura democrática e respeitosa com o MST. Mas nem nós imaginávamos que as negociações avançariam tão rápidas. Estamos cansados de sermos chamados de baderneiros, quando o que buscamos é que seja cumprido o que está escrito na Constituição Federal deste país, que é usar a terra para gerar alimento e emprego para agricultores familiares, assentados de reforma agrária. Rui Costa mostrou mais uma vez que foi eleito para elevar a forma do PT governar, observando as demandas da população e não como era feito antes na Bahia, quando o DEM governava e tentava incriminar um movimento legítimo, demorando dias para atender as lideranças”, afirma o petista.

Para Elizabete Rocha, também dirigente nacional, o MST dá um grande passo para seguir a luta por terras na Bahia. Ela diz que a caminhada deixou a marca da força que o movimento tem no estado e considerou os apoios durante a marcha importantes para vencer obstáculos, principalmente os que as mulheres enfrentam. “Seguimos em frente com ainda mais força e em busca de uma reforma agrária popular, pelo fim da hegemonia do agronegócio, com produção de alimento sem agrotóxicos e mais políticas públicas para o campo. Cada um leva sua experiência de luta para suas brigadas e direções regionais. Vamos avançar ainda mais, para alcançar novos objetivos e mais incentivo para os assentados e acampados”, completa.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]

Be the first to comment on "Pela primeira vez, governador baiano atende MST no primeiro dia da chegada da marcha"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*