“Município de Feira de Santana ainda não acordou para importância da Micareta”, critica Pablo Roberto

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Pablo Roberto: “É a segunda maior festa do nosso estado; o Executivo Municipal precisa entender que a Micareta de Feira precisa se profissionalizar, não dá para o Município de Feira de Santana apenas se debruçar na realização da festa faltando pouco mais de três, dois meses”.
Pablo Roberto: “É a segunda maior festa do nosso estado; o Executivo Municipal precisa entender que a Micareta de Feira precisa se profissionalizar, não dá para o Município de Feira de Santana apenas se debruçar na realização da festa faltando pouco mais de três, dois meses”.
Pablo Roberto: “É a segunda maior festa do nosso estado; o Executivo Municipal precisa entender que a Micareta de Feira precisa se profissionalizar, não dá para o Município de Feira de Santana apenas se debruçar na realização da festa faltando pouco mais de três, dois meses”.
Pablo Roberto: “É a segunda maior festa do nosso estado; o Executivo Municipal precisa entender que a Micareta de Feira precisa se profissionalizar, não dá para o Município de Feira de Santana apenas se debruçar na realização da festa faltando pouco mais de três, dois meses”.

O vereador Pablo Roberto (PT) chamou a atenção das autoridades municipais para a profissionalização da Micareta de Feira de Santana. Segundo ele, a Prefeitura Municipal de Feira de Santana não encarou a festa momesca como um grande evento.

“É a segunda maior festa do nosso estado; o Executivo Municipal precisa entender que a Micareta de Feira precisa se profissionalizar, não dá para o Município de Feira de Santana apenas se debruçar na realização da festa faltando pouco mais de três, dois meses”, disse o petista, afirmando que essa morosidade na organização causa prejuízos ao evento e, sobretudo, às pessoas que comercializam na festa.

Pablo disse que tem acompanhado algumas divulgações da Micareta apenas na página pessoal do secretário de Cultura, Rafael Cordeiro, nas redes sociais. “Eu não tenho visto as reuniões com os segmentos organizados, com os barraqueiros e outras pessoas que trabalham na festa. Não sei se já aconteceu a licitação dos camarotes”.

Na oportunidade, ele sugeriu ao secretário Rafael Cordeiro que viesse à Câmara Municipal prestar esclarecimentos sobre a Micareta de Feira, que, este ano, será realizada de 23 a 26 de abril. “Nós queremos também colaborar dando sugestões e participando das discussões na realização desse grande evento”, pontuou.

Em aparte, o líder e o vice-líder do Governo, José Carneiro (PSL) e Marcos Lima (PRP) cobraram do Governo do Estado uma participação maior na Micareta de Feira, principalmente no diz respeito à viabilização de recursos.

Mudando de foco, o vereador Pablo, sem revelar nomes, afirmou que alguns servidores da Prefeitura Municipal de Feira de Santana estão divulgando nas redes sociais ações do Governo como se fossem suas.

“Eu não posso, enquanto agente público, enquanto diretor de um departamento da Prefeitura, pegar um benefício, pegar alguns kits, pegar alguns equipamentos e sair por aí distribuindo e postando na rede social como se tivesse comprado, fosse dono daquele equipamento”, criticou o edil, afirmando que a cidade de Feira de Santana não suporta mais esse tipo de comportamento. Em sua opinião, essa atitude tem um cunho eleitoral.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112939 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]