Coluna de Antônio José Larangeira de 28 de março de 2015

O prefeito Jose Ronaldo de Carvalho e os arcebispos dom Itamar Vian e dom Zanone Demettino Castro que foram a abertura da mostra “Quem é o Homem do Sudário?”

O prefeito Jose Ronaldo de Carvalho e os arcebispos dom Itamar Vian e dom Zanone Demettino Castro que foram a abertura da mostra “Quem é o Homem do Sudário?”

Museu Regional reabre em abril

Após dois anos fechado para reforma, o imponente prédio de estilo eclético que abriga o Museu Regional de Arte de Feira de Santana (MRA) será reinaugurado na segunda metade de abril. Além da restauração do prédio, o acervo passou por um processo de conservação e restauro, de acordo com a museóloga Selma Oliveira, diretora do Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca), entidade vinculada à Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs). A análise técnica para conservação das obras foi realizada em 2014 pelo Instituto Cátedra, de Salvador, através do conservador-restaurador Orlando Ramos Filho, com experiência em entidades públicas e privadas de diversos estados brasileiros. Ele atuou em parceria com o Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac), órgão responsável pela salvaguarda de bens culturais tangíveis e intangíveis e pela política pública estadual voltada ao patrimônio cultural. Fundado em 26 de março de 1967, por Assis Chateaubriand, o MRA funcionou, inicialmente, no prédio onde hoje está instalado o Museu de Arte Contemporânea (MAC). Em 1995, foi incorporado ao Cuca. Primeira instituição museológica do município, o Museu Regional destaca-se exatamente pela importância de seu acervo, constituído por obras de renomados artistas brasileiros e estrangeiros. Com a reinauguração, cujo projeto expográfico ficou a cargo do museólogo e diretor do MRA, Cristiano Silva Cardoso e equipe, com supervisão de Selma Soares de Oliveira, o público poderá voltar a contemplar, por exemplo, o valioso conjunto de obras assinadas por Di Cavalcanti e Vicente do Rego Monteiro, percussores do Movimento Modernista Brasileiro, além das coleções Inglesa, de arte Naïf e Nipo-Brasileira.

Quem é ?

Quem é o homem do Sudário? Esse é o título da exposição internacional que chega a Feira de Santana, no período da Quaresma. A abertura da expo, ocorreu na noite de quarta-feira ultima, no estacionamento do Boulevard Shopping e contou com a presença do prefeito Jose Ronaldo de Carvalho, dos arcebispos Dom Itamar Vian e Dom Zanone Demetinno Castro, além da presença do padre Alexandre Paciolli, curador e representante da exposição no Brasil. É a primeira vez que uma cidade do norte-nordeste recebe a mostra que reconstitui a trajetória que muitos dizem ter sido feita por Jesus Cristo e o manto que o envolveu. São 30 painéis com estudos que envolvem mais de dez áreas do conhecimento. A exposição apresenta réplicas dos pregos e da coroa de espinhos que deixaram no lençol de linho as marcas até hoje intrigantes. Tudo que está na mostra é resultado de mais de 200 horas de pesquisa, feita por 40 cientistas espalhados pelo mundo todo. A exposição está aberta ao público e o acesso das pessoas será através da doação de 1kg de alimento não perecível.

Festival de Filarmônicas

Na noite de quarta-feira ultima, foi realizada a abertura do IV Festival de Filarmônicas Princesa do Sertão, pela Fundação Senhor dos Passos, através do Núcleo de Preservação da Memória, no Teatro Frei Felix de Pacatuba, no Centro Comunitário Ederval Fernandes Falcão. Coube a Banda de Música da 6ª Região Militar, abrir o evento que incluiu o Hino Nacional Brasileiro e até arranjo de “Bilu, Bilu”, arrocha de Pablo, passando pelos dobrados “Bombardeio da Bahia”, de Antonio do Espírito Santo, “Quatro Tenentes”, de José Machado dos Santos, e “Mato Grosso”, de Matias Albuquerque de Almeida, mais “Mulheres”, de Martinho da Vila, seleção de Roupa Nova e “Amo Noite e Dia”, de Jorge e Mateus, sob a regência do tenente Jairo Lima da Cunha e do primeiro sargento Valdelito Carvalho de Oliveira. A presença desta banda militar foi uma gentileza do comandante da 6ª.Regão Militar o general Artur Costa Moura. Houve apresentação da Escola de Música Maestro Estevam Moura que é mantida pela Sociedade Filarmônica 25 de Março e que tem o professor Antonio Carlos Batista Neves Júnior, o Tony Neves, feirense e integrante da Filarmônica da Universidade Federal da Bahia (Ufba) como regente e é o responsável pela formação de músicos na Escola de Música Estevão Moura.

Confraria no Vitrô

Sob a presidência de Armando Sampaio, que retorna de um giro pela Itália, aconteceu ao meio dia de sexta feira ultima, no Vitrô Restaurante, a reunião-almoço da Confraria dos Gastrônomos. Como todos sabem, o restaurante em questão é a nova sede daquele clube do bom gourmet, desde o inicio do ano. Dando às cartas no salão o maitre Dillton Argolo e na cuccina o chef Wagner.

Data

Está aniversariando hoje, o empresário Dario Mascarenhas de Oliveira Neto II, que vai comemorar com almoço em família em sua belíssima residência ladeado por sua mulher Sylvia e filhos Dario Neto III e Maria Tereza.

A museóloga Selma Oliveira, que supervisionou a reforma do Museu Regional de Arte.

A museóloga Selma Oliveira, que supervisionou a reforma do Museu Regional de Arte.

O aniversariante de hoje empresário Dario Mascarenhas de Oliveira Neto II e sua esposa Sylvia além dos filhos Dario III e Maria Tereza.

O aniversariante de hoje empresário Dario Mascarenhas de Oliveira Neto II e sua esposa Sylvia além dos filhos Dario III e Maria Tereza.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Antonio José Larangeira
Antonio José Larangeira nasceu em 11 de janeiro de 1945, é natural de Santo Amaro da Purificação (BA), é formado em Administração, pela Faculdade Anísio Teixeira (FAT). Atua como jornalista profissional, com registro nº 514 (SINJORBA/FENAJ) e publica coluna diária nos jornais Grande Bahia, Pátria Latina e Tribuna da Bahia. E-mail: [email protected]