Conar acata denúncia do deputado José Carlos Aleluia contra propaganda da Petrobras

Conar determina suspensão de propaganda da Petrobras.
Conar determina suspensão de propaganda da Petrobras.
Conar determina suspensão de propaganda da Petrobras.
Conar determina suspensão de propaganda da Petrobras.

A representação, feita pelo deputado federal José Carlos Aleluia (DEM-BA), contra a campanha publicitária da Petrobras que apresentava hipocritamente o escândalo de corrupção na empresa como um “desafio a ser superado” foi acatada pelo Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar). O órgão de regulação determinou que o anúncio deverá ser refeito para continuar sendo veiculado na mídia.

Na denúncia feita em fevereiro último, Aleluia alegou o Artigo 23 do Código Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária (CBAP), que determina aos anúncios “não abusar da confiança do consumidor, não explorar sua falta de experiência ou de conhecimento e não se beneficiar de sua credulidade”. Ressaltou ainda a “proposital confusão” promovida pela peça publicitária ao querer relacionar a descoberta dos primeiros poços de petróleo, ou mesmo do Pré-Sal, com as consequências da Operação Lava Jato na empresa.

“Não se pode querer enganar a opinião pública com uma campanha publicitária milionária tratando o que é corrupção, roubo de dinheiro público, como exemplo de desafio a ser superado pela companhia. Não é desafio, são atos ilícitos que demandam rigorosa apuração e punição dos envolvidos”, afirmou Aleluia, comemorando a decisão do Conar.

Confira nota do Radar on line, da Revista Veja, redigida por Lauro Jardim

Desafios diferentes

O Conselho de Ética do Conar decidiu ontem que devem ser feitas alterações no comercial da Petrobras que cita a superação de desafios e coloca o Petrolão como “desafio atual”. A representação ao Conar foi feita pelo deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA). Ele questionou a forma como o anúncio da Petrobras colocava no mesmo contexto, sob o mote da superação, desafios históricos e escândalo que levou a estatal ao fundo do poço.

Apesar da defesa da Petrobras citar medidas tomadas recentemente para prevenir a corrupção, a maioria dos conselheiros do Conar decidiu que a propaganda deve ser refeita. Não foi recomendada nenhuma mudança pontual, mas alterações que evitem que desafios atuais não sejam considerados como os históricos.

Cabe recurso à decisão, mas a Petrobras deve executar as mudanças imediatamente se quiser manter o anúncio no ar.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109716 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]