Assembleia Legislativa da Bahia debate Campanha Caixa 100% pública

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Cartaz da Audiência Pública Campanha Caixa 100 pública. Evento aconte na quarta-feira (18), às 9h, no Auditório Jutahy Magalhães, na Assembleia Legislativa da Bahia.
Cartaz da Audiência Pública Campanha Caixa 100 pública. Evento aconte na quarta-feira (18), às 9h, no Auditório Jutahy Magalhães, na Assembleia Legislativa da Bahia.
Cartaz da Audiência Pública Campanha Caixa 100 pública. Evento aconte na quarta-feira (18), às 9h, no Auditório Jutahy Magalhães, na Assembleia Legislativa da Bahia.
Cartaz da Audiência Pública Campanha Caixa 100 pública. Evento aconte na quarta-feira (18), às 9h, no Auditório Jutahy Magalhães, na Assembleia Legislativa da Bahia.

Os rumores sobre a possibilidade de abertura do capital da Caixa Econômica Federal preocupam os setores da sociedade comprometidos com o fortalecimento do desenvolvimento nacional, principalmente no que tange as políticas públicas sociais.

Para tratar do tema, a Comissão de Desenvolvimento Urbano da Assembleia Legislativa da Bahia, presidida pela deputada Maria del Carmen (PT), em parceria com a Bancada do PT na ALBA, promove a Audiência Pública “CAIXA 100% Pública: abertura de capital e seus impactos”, que acontecerá na próxima quarta-feira (18/03/2015), às 9h, no Auditório Jutahy Magalhães, na Assembleia Legislativa da Bahia.

Na audiência, será proposta a elaboração de um documento-manifesto a ser entregue à presidenta Dilma Rousseff defendendo o caráter público da Caixa, e assinado pelos presentes e quem mais desejar.

Conforme a deputada Maria del Carmen, a abertura do capital da Caixa Econômica Federal para acionistas rompe com o caráter exclusivamente público da instituição, que por ser de propriedade integral do Estado brasileiro tem o dever de exercer atividades e serviços públicos que tenham como objetivo o interesse social e comum da sociedade.

“Com a abertura para investimentos privados, haverá pressão para redução de custos e aumento de lucro. Com isso, dificultaria para a CAIXA reverter seus recursos para políticas sociais como o Programa Minha Casa Minha Vida, maior programa habitacional da história do país, o qual atua no financiamento e subsídio de unidades habitacionais à população em situação de vulnerabilidade, por exemplo”, sinaliza a parlamentar.

Para o evento – que conta com o apoio da Associação do Pessoal da Caixa Econômica Federal na Bahia (APCEF/BA) e do Sindicato dos Bancários da Bahia -, foram convidados a Presidência da Caixa Econômica Federal; a Secretaria da Estadual do Desenvolvimento Urbano (Sedur); Central Única dos Trabalhadores (CUT); Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal; Superintendência Regional da CAIXA na Bahia; Federação Nacional das Associações dos Gestores da Caixa, dentre outros.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113733 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]