“Assaltos a bancos revelam fragilidade nos serviços da Segurança Pública da Bahia”, critica deputado Carlos Geilson

Deputado Carlos Geilson  ora por melhorias na segurança pública da Bahia.

Deputado Carlos Geilson ora por melhorias na segurança pública da Bahia.

“É necessário que os serviços de vigilância e inteligência da Secretaria de Segurança Pública da Bahia funcionem”, alertou o deputado estadual Carlos Geilson (PTN), após tomar conhecimento de que mais três instituições financeiras foram assaltadas no estado, nesta semana. Em pronunciamento na Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (04/03/2015), o parlamentar lembrou de seu discurso na segunda-feira, quando o número de roubos e explosões a agências e terminais bancários chegava a 53 e, que hoje, apenas dois dias depois, já chega a 56.

A cidade de Água Fria, região de Feira de Santana, teve a agência do Banco do Brasil explodida na madrugada desta quarta. De acordo com Geilson, a falta de estrutura física da polícia, também facilita a ação dos bandidos. “Em Água Fria, por exemplo, só tem dois policiais militares e dois civis, que trabalham regularmente. Eu acredito no trabalho do secretário Maurício Barbosa, mas é preciso que o governo apresse a convocação de mais profissionais, para dar um suporte maior, inclusive, no interior, onde o contingente é muito pequeno”, avaliou.

O parlamentar lembrou que o governador Rui Costa esteve na Tribuna da Assembleia Legislativa e prometeu realizar ações de combate ao crime organizado. “É preciso governador, que haja mais vigilância e que o serviço de inteligência seja mais ágil. Com essa violência, não sofre apenas as instituições bancárias, mas toda a população que fica assustada, amedrontada, com tanta insegurança”, ressaltou Geilson.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]