PT 35 anos: presidenta Dilma Rousseff declara: “Não podemos permitir que a falsa versão se firme. Nós temos que levar a nossa versão à opinião pública e dar exemplos”

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Dilma Rousseff, Luiz Inácio Lula da Silva (Lula) e Rui Falcão durante comemoração dos 35 anos de fundação do PT.
Dilma Rousseff, Luiz Inácio Lula da Silva (Lula) e Rui Falcão durante comemoração dos 35 anos de fundação do PT.
Lideranças do Partido dos Trabalhadores comemoram 35 anos de fundação.
Lideranças do Partido dos Trabalhadores comemoram 35 anos de fundação.
Dilma Rousseff, Luiz Inácio Lula da Silva (Lula) e Rui Falcão durante comemoração dos 35 anos de fundação do PT.
Dilma Rousseff, Luiz Inácio Lula da Silva (Lula) e Rui Falcão durante comemoração dos 35 anos de fundação do PT.

A presidenta Dilma Rousseff convocou a militância a combater a desinformação sobre as ações do governo federal, em especial nos próximos quatro anos de seu segundo mandato. O chamado aconteceu,nesta sexta-feira (06/02/2015), durante a cerimônia de comemoração dos 35 anos do PT, em Belo Horizonte, Minas Gerais.

“Nós devemos enfrentar o desconhecimento e a desinformação sem tréguas. A luta deve continuar”, declarou durante o evento que contou com as presenças do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o presidente do PT, Rui Falcão, o ex-presidente José Mujica (Uruguai),governadores, ministros, parlamentares e militantes de todo o País.

Para a presidenta, é preciso reagir aos boatos e travar a batalha da comunicação.

“Não podemos permitir que a falsa versão se firme. Nós temos que levar a nossa versão à opinião pública e dar exemplos”, reagiu Dilma.

A presidenta pediu à militância que desminta quando for dito que o governo vai acabar com as conquistas históricas dos trabalhadores, “digam que não é verdade! Nós temos políticas de valorização do salario mínimo”.

E quando for mencionada a crise da água, continuou, pediu para que as pessoas lembrem que, desde o início da maior estiagem dos últimos anos, o governo federal está apoiando, com investimentos de valor elevado, todos os governos que enfrentam problemas com estiagem.

Ajustes – Segundo a presidenta, os ajustes de “caráter corretivo” adotados nos primeiros meses do segundo mandato são necessários para garantir a continuidade da geração de emprego e renda, marcas dos governo do PT. “As mudanças que o Brasil espera para os próximos anos dependem da estabilidade da nossa economia”, explicou.

Segundo Dilma, a economia brasileira sofre influencias externas, de baixo crescimento e resseção e, no plano interno, pontuou “uma das piores secas” dos últimos tempos, que resultou no aumento da inflação e no preço da energia.

“A superação da miséria era apenas um começo e é por essas mudanças que a população brasileira voltou em nós”, declarou.

A presidenta garantiu que as mudanças de percurso vão dar mais “consistência” e mais “velocidade” ao processo de construção do Brasil, “para que a gente dê um salto para um país com muito mais desenvolvimento e muito pais oportunidades para o povo brasileiro”.

*Com informações da Agência PT de Notícias.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113752 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]