Presidente do Banco do Brasil, Aldemir Bendine vai comandar a Petrobras

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Aldemir Bendine, do Banco do Brasil, é o novo presidente da Petrobras.
Aldemir Bendine, do Banco do Brasil, é o novo presidente da Petrobras.
Aldemir Bendine, do Banco do Brasil, é o novo presidente da Petrobras.
Aldemir Bendine, do Banco do Brasil, é o novo presidente da Petrobras.

O Conselho de Administração da Petrobras aprovou hoje (06/02/2015) a indicação do atual presidente do Banco do Brasil, Aldemir Bendine, para a presidência da empresa, em substituição a Graça Foster, que renunciou ao cargo quarta-feira (4). Além do novo presidente, eleito por maioria, o Conselho de Administração escolheu cinco novos diretores. Graça Foster desligou-se também do Conselho de Administração da companhia.

Graduado em administração de empresas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, com MBA em finanças e em formação geral para altos executivos, Bendine é também membro do Conselho de Administração do Banco do Brasil.

Eleito por maioria para a Diretoria Financeira e de Relacionamento com Investidores, Ivan de Souza Monteiro substituirá Almir Barbassa, que também renunciou há dois dias. Vice-presidente de Gestão Financeira e de Relações com Investidores do Banco do Brasil desde junho de 2009, Monteiro ocupou na instituição os cargos de diretor comercial, vice-presidente de Finanças, Mercado de Capitais e Relações com Investidores e de presidente do Conselho de Supervisão da BB AG. É graduado em engenharia eletrônica e telecomunicações pela Inatel-MG, com MBA em finanças e gestão.

A gerente executiva de Exploração e Produção Corporativa da Petrobras, Solange da Silva Guedes, foi eleita para a Diretoria de Exploração e Produção, em substituição a José Miranda Formigli Filho. Solange Guedes é doutora em engenharia de petróleo e tem experiência de 30 anos na Petrobras, onde já ocupou diversas posições gerenciais, todas relacionadas à área de exploração e podução.

O atual gerente executivo de Logística do Abastecimento, Jorge Celestino Ramos, será diretor de Abastecimento, em substituição a José Carlos Cosenza. Jorge Celestino é formado em engenharia química pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e em engenharia de processamento de petróleo pelo Cenpro, com especialização em tecnologia de produção de álcool pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e MBA em administração e marketing. Ele trabalha há 32 anos na Petrobras, onde já ocupou diversas posições gerenciais na área de Abastecimento e na Petrobras Distribuidora.

Para a Diretoria de Gás e Energia, foi eleito o atual gerente executivo de Gás e Energia Corporativo, Hugo Repsold Júnior, que substituirá José Alcides Santoro Martins. Formado em engenharia mecânica pela Universidade Federal Fluminense, em economia pela Uerj e mestre em planejamento energético pelo Programa de Planejamento Energético da UFRJ, Hugo Repsold trabalha há 30 anos na companhia, onde ocupou posições gerenciais nas áreas de Exploração e Produção, Estratégia e Desempenho Empresarial e Gás e Energia.

O atual gerente executivo de Engenharia para Empreendimentos Submarinos, Roberto Moro, será o novo diretor de Engenharia, Tecnologia e Materiais em substituição a José Antônio de Figueiredo. Roberto Moro é formado em engenharia mecânica pela Universidade Gama Filho, com especialização em gerenciamento de projetos, Moro está há 33 anos na Petrobras, onde já ocupou diversas posições gerenciais na área de Engenharia.

Novo presidente da Petrobras, Bendine comandou expansão do crédito no BB

Aprovado pelo Conselho de Administração da Petrobras, na tarde de hoje (6), para comandar a petroleira, Aldemir Bendine deixa a presidência do Banco do Brasil (BB), função que exerceu nos últimos seis anos. À frente do maior banco comercial do país, Bendine reduziu os juros e coordenou a política de expansão do crédito público para estimular a economia após a crise de 2009.

Funcionário de carreira do BB, Bendine foi escolhido pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva para comandar a instituição financeira em abril de 2009. Na ocasião, o Banco do Brasil tinha perdido posição entre os maiores bancos do país, após a união do Itaú e do Unibanco. Em agosto do mesmo ano, o BB recuperou a liderança no valor de ativos.

Além de presidente, Bendine era membro do Conselho de Administração do banco. Ele  começou a trabalhar no BB como estagiário em 1978, sendo aprovado em concurso público em 1982. Ao longo dos anos, subiu de posto até chegar a vice-presidente de Varejo, em dezembro de 2006.

Segundo o balanço mais recente, no terceiro trimestre, o banco respondia por 21,1% da carteira de crédito no país. O saldo dos empréstimos chegava a R$ 732,7 bilhões, à frente do Itaú-Unibanco (R$ 503,3 bilhões), do Bradesco (R$ 444,2 bilhões) e do Santander (R$ 293,1 bilhões).

De julho a setembro do ano passado, o Banco do Brasil lucrou R$ 2,78 bilhões, alta de 2,8% em relação ao mesmo período de 2013, mas com queda de 1,7% na comparação com o trimestre anterior.

*Com informações da Agência Brasil.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113761 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]