Líder do PSOL critica projeto do BRT de Feira de Santana e falta de Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano atulizado

Jhonatas Lima Monteiro: "Este projeto não resolve a necessidade da maioria da população feirense, pois o problema com transporte público estão nos bairros mais distantes, zonas rurais, e áreas periféricas, que é justamente onde este projeto não vai atender, e que por isso a população precisa ser escultada.".
Jhonatas Lima Monteiro: "Este projeto não resolve a necessidade da maioria da população feirense, pois o problema com transporte público estão nos bairros mais distantes, zonas rurais, e áreas periféricas, que é justamente onde este projeto não vai atender, e que por isso a população precisa ser escultada.".
Jhonatas Lima Monteiro: "Este projeto não resolve a necessidade da maioria da população feirense, pois o problema com transporte público estão nos bairros mais distantes, zonas rurais, e áreas periféricas, que é justamente onde este projeto não vai atender, e que por isso a população precisa ser escultada.".
Jhonatas Lima Monteiro: “Este projeto não resolve a necessidade da maioria da população feirense, pois o problema com transporte público estão nos bairros mais distantes, zonas rurais, e áreas periféricas, que é justamente onde este projeto não vai atender, e que por isso a população precisa ser escultada.”.

O programa “Entre Outros”- (Entrevistas), desta sexta-feira(14/02/2015), na rádio Web Karioca,  que é apresentado por Humbelino Cardoso,  recebeu a presença do professor e político Jhonatas Monteiro (PSOL),que fez um balanço e avaliação do resultado da sua disputa para Deputado Estadual em (2014) e falou também sobre: Segurança Pública, Mobilidade Urbana, Movimentos Sociais, Participação Popular, entre outros. O socialista fez também diversas criticas ao projeto de implantação do BRT (Bus Rapid Transit), da prefeitura municipal de Feira de Santana.

“Este projeto não resolve a necessidade da maioria da população feirense, pois o problema com transporte público estão nos bairros mais distantes, zonas rurais, e áreas periféricas, que é justamente onde este projeto não vai atender, e que por isso a população precisa ser escultada. A prefeitura fere e descumpre a lei dos estatuto da cidades, pois se deveria ter um Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU), a qual a cidade vem crescendo sem nenhum planejamento, tendo em vista que desta forma o atual prefeito comete também improbidade administrativa, pois não cumpre a essa lei”, declarou.

Sobre as eleições em 2016, Jhonatas disse que ainda é cedo para se pensar nisso, pois o PSOL (Partido Socialismo e Liberdade), diferente de outros partidos políticos, defende a ideia de que é necessário um projeto de propostas coletivas que tenham sentido na vida das pessoas, a qual se faz com diálogos antes e depois de momentos eleitorais, mas que o partido vai participar sim do processo eleitoral, disputando para a Câmara Municipal e a Prefeitura, pois acha importante afirmar um projeto alternativo, e de postura critica ao que estar sendo colocado na politica da cidade.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112861 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]