Topa e EJA beneficiam internos do Conjunto Penal de Itabuna

Programa Todos Pela Educação (Topa), da Secretária de Educação do Estado da Bahia beneficia detentos de Itabuna.
Programa Todos Pela Educação (Topa), da Secretária de Educação do Estado da Bahia beneficia detentos de Itabuna.
Programa Todos Pela Educação (Topa), da Secretária de Educação do Estado da Bahia beneficia detentos de Itabuna.
Programa Todos Pela Educação (Topa), da Secretária de Educação do Estado da Bahia beneficia detentos de Itabuna.

Internos do Conjunto Penal de Itabuna têm uma nova oportunidade de voltar a estudar por meio dos projetos Educação de Jovens e Adultos (EJA) e Todos pela Alfabetização (Topa), desenvolvidos pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia. Ao todo, 380 internos participam de oito turmas do Topa e dez da EJA, englobando o ensino fundamental e o ensino médio. Além de envolver os internos no processo de ensino e de aprendizagem, as aulas contribuem para a ressocialização e para novas perspectivas de vida.

As aulas acontecem nos pavilhões 1 e 2 do Conjunto Penal de Itabuna, em 12 salas. Os alunos do ensino fundamental 1 estudam com professores da rede municipal de Itabuna, envolvendo todas as disciplinas conforme a grade curricular do município. No fundamental 2, as aulas são ministradas por professores do Colégio Estadual de Itabuna, a partir da metodologia do Tempo de Aprender. No Topa, o processo de alfabetização envolve os internos que têm nível médio ou superior. Eles passam por uma formação específica aplicada pela Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) para serem monitores. Com isso, passam a receber uma bolsa de R$ 500, além de terem remissão de pena.

“A gente percebe que esse trabalho é um resgate de cidadania e eles têm a oportunidade de ajudar a família com a bolsa que recebem. Desta forma, eles ampliam novos horizontes, passam a ter mais perspectivas de vida e quando saírem daqui, estarão credenciados para serem alfabetizadores”, afirma a  coordenadora de atividades educacionais e laborais do Conjunto Penal, Margarida Magalhães.

As aulas acontecem de segunda a sexta, nos turnos matutino e vespertino. Além de envolver as disciplinas das diferentes áreas do conhecimento, o trabalho desenvolvido sempre relaciona o processo de ensino e de aprendizagem com a construção da cidadania.  Margarida Magalhães afirma que muitos ex-internos que participaram da iniciativa já foram inseridos no mundo do trabalho. Ela destaca que outra grande conquista são os resultados alcançados no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). “Neste ano, 91 internos se inscreveram no Enem e quatro deles tiveram 800 na redação. Muitos também participaram do concurso público municipal de literatura e arte e dois deles ficaram em primeiro lugar em desenho e redação”, comemora.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108946 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]