Relatório do Cenipa é inconclusivo sobre causas de acidente com avião do ex-governador Eduardo Campos

Cenipa apresenta relatório sobre acidente de Eduardo Campos.
Cenipa apresenta relatório sobre acidente de Eduardo Campos.
Cenipa apresenta relatório sobre acidente de Eduardo Campos.
Cenipa apresenta relatório sobre acidente de Eduardo Campos.

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) descartou algumas das hipóteses sobre o que teria causado o acidente aéreo que vitimou, em 2014, em Santos, São Paulo, sete pessoas – entre elas o então candidato à Presidência da República, Eduardo Campos. Uma das possibilidades com as quais trabalham os investigadores é a de falha humana ou operacional, mas isso só poderá ser confirmado com o avançar das investigações.

Coordenador da investigação, o tenente-coronel Raul de Souza informou que até o momento “não há conclusão” sobre o acidente e que, terminada a fase de coleta de dados, “nenhuma hipótese foi criada” sobre o acidente com a aeronave PR-AFA. Apesar de, até o momento, a Aeronáutica não ter apresentado oficialmente algo mais conclusivo sobre a causa do acidente, o chefe do Cenipa, brigadeiro Dilton José Schuck, disse que, nas investigações primárias, constatou-se que, apesar de habilitada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a tripulação da aeronave [piloto e co-piloto] “não tinha concluído o treinamento específico de transição” da aeronave Cessna C-560 para o modelo envolvido no acidente (C-560 XLS+).

Segundo o brigadeiro, uma portaria da Anac publicada no dia 3 de julho de 2014 previa a necessidade desse treinamento. “Mas isso pode apontar apenas uma condição de risco e não pode ser apontado como a causa do acidente”, enfatizou Schuck, pouco antes de informar que o piloto, após arremeter o pouso, “fez trajeto diferente do previsto na carta [de voo]”.

No balanço apresentado hoje pelo Cenipa, o tenente-coronel descartou algumas hipóteses sobre a causa do acidente. Segundo Raul de Souza, não houve colisão com aves, nem com veículos aéreos não tripulados (Vant), como drones. As investigações indicam ainda que o primeiro impacto ocorreu na parte de baixo da aeronave. Também foi descartada a ocorrência de incêndio durante o voo ou colisão com obstáculo em voo.

Na segunda fase de investigações, iniciada após a coleta de dados, as informações obtidas serão analisadas e as conclusões finais sobre o acidente só serão apresentadas ao final da terceira fase. Segundo as autoridades, não há ainda previsão sobre quando isso acontecerá.

PSB e família de Eduardo Campos são cautelosos sobre investigação da Cenipa

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) e a família do ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, emitiram nota hoje (26), após divulgação de relatório do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) sobre o acidente de avião que matou Campos e mais seis pessoas.

A Direção Nacional do PSB informou que “está acompanhando com toda a atenção as investigações promovidas pela Aeronáutica e pela Polícia Federal para apurar as causas do desastre aéreo […] esperando que seja feito com todo o rigor técnico”.

O partido disse ainda que não se pronunciará sobre notícias “trazendo supostas conclusões ou mesmo análises parciais dos fatos”. Já a família de Campos, por intermédio de seu advogado, José Henrique Wanderley Filho, informou que só irá se manifestar a respeito do assunto após concluídas todas as investigações.

No balanço apresentado hoje pelo Cenipa, foram descartadas algumas hipóteses sobre a causa do acidente, como colisão com aves, veículos aéreos não tripulados (Vant) ou drones. Também foi descartada a ocorrência de incêndio durante o voo ou colisão com obstáculo em voo.

Na segunda fase de investigações, iniciada após a coleta de dados, as informações obtidas serão analisadas e as conclusões finais sobre o acidente só serão apresentadas ao final da terceira fase. Segundo as autoridades, não há ainda previsão sobre quando isso acontecerá

*Com informações da  Agência Brasil.

Leia +

Biografia de Eduardo Henrique Accioly Campos (Eduardo Campos)

Notas de pesar pelo falecimento de Eduardo Henrique Accioly Campos (Eduardo Campos)

O Brasil de luto. Morre Eduardo Campos um dos maiores líderes políticos da histórica contemporânea do país

Presidenta Dilma Rousseff declara luto oficial de três dias pela morte de Eduardo Campos

Políticos, intelectuais e empresários emitem nota de condolências pela morte de Eduardo Campos

Vítimas fatais envolvidas no acidente com Eduardo Campos tinham média de idade de 42 anos

Consternação nacional pela morte de Eduardo Campos é marcada por notas de pesar

Prefeito de Feira de Santana decreta luto oficial e diz que país perde um político “brilhante”

Eleições 2014 | Morte de Eduardo Campos muda corrida eleitoral, dizem analistas políticos

Entrevista concedida ao Jornal Nacional, em 12 de agosto de 2014

Eleições 2014 | Eduardo Campos é entrevistado no Jornal Nacional

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 114994 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.