PTN adere ao governo Rui Costa. Como vai se posicionar o líder do partido em Feira de Santana, deputado Carlos Geilson?

Prefeito José Ronaldo e o deputado Carlos Geilson. Aliança política entre Democratas e PTN, em Feira de Santana, permanece incógnita.
Prefeito José Ronaldo e o deputado Carlos Geilson. Aliança política entre Democratas e PTN, em Feira de Santana, permanece incógnita.
Prefeito José Ronaldo e o deputado Carlos Geilson. Aliança política entre Democratas e PTN, em Feira de Santana, permanece incógnita.
Prefeito José Ronaldo e o deputado Carlos Geilson. Aliança política entre Democratas e PTN, em Feira de Santana, permanece incógnita.

A adesão do Partido Trabalhista Nacional (PTN) a base de apoio do governo Rui Costa na Assembleia Legislativa da Bahia modifica relações políticas do partido com o Democratas, em especial, com a liderança do prefeito Antônio Carlos Magalhães Neto (ACM Neto). A saída do PTN da base de apoio do governo magalhista ocorreu em tom bastante áspero, com severas críticas proferidas por José Carlos Aleluia e ACM Neto contra a liderança do presidente estadual do PTN, Maurício Bacelar.

Em Camaçari a adesão do PTN ao governo Costa foi sentida. O presidente do Democratas de Camaçari, Helder Almeida, disse que a decisão do PTN de aderir ao PT e ao governo Rui Costa fez “naufragar” os planos do partido de encabeçar uma aliança oposicionista para disputar a prefeitura em 2016.

Feira de Santana

Com este novo cenário, surge a pergunta: como o PTN vai se relacionar com a administração do prefeito José Ronaldo (DEM), em Feira de Santana?

A eleição do deputado Carlos Geilson passou bem distante do apoio de Ronaldo, e comentários nos bastidores políticos expressam que certas candidaturas apoiadas por Ronaldo tinham a intenção de fragilizar, e até mesmo derrotar a candidatura de Geilson.

Um episódio recente expressou o nível de desgaste político entre ambos. Ao convidar o vereador Welligton Andrade (PTN) para a secretaria de agricultura, Ronaldo não consultou o líder do partido no município, Carlos Geilson. Aos mais próximos, Geilson lamenta a postura de Ronaldo, que é de isolamento no exercício do poder, concentrando elevado personalismo nas decisões administrativas.

Com o distanciamento das relações políticas, no âmbito estadual, entre PTN e Democratas, a relação entre partidos e lideranças permanece incógnita em Feira de Santana?

Representatividade

O PTN possui substantiva representação política no município de Feira de Santana, além do deputado estadual Carlos Geilson (reeleito em 2014), o partido conta com três vereadores, David Neto, Roque Pereira e Ewerton Carneiro (Tom, suplente), e um secretário municipal, Welligton Andrade.

Leia +

PTN adere ao governo Rui Costa. Como vai se posicionar o líder do partido em Feira de Santana, deputado Carlos Geilson?

Democrata diz que PTN faz “papelão” em Camaçari a mando do PT

Helder Almeida critica falta de coerência do PTN na relação com o prefeito de Salvador

Prefeito de Salvador diz que não aceita pauta de barganha e rompe com o PTN e a liderança de João Carlos Bacelar

Prefeito de Salvador diz que PTN é aliado de primeira hora

Sobre Carlos Augusto 9459 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).