Equipamentos para combate a crimes ambientais reforçam Operação Verão na Baía de Todos-os-Santos.

Companhia de Polícia de Proteção Ambiental (Coppa) intensifica atuação na Baía de Todos-os-Santos.
Companhia de Polícia de Proteção Ambiental (Coppa) intensifica atuação na Baía de Todos-os-Santos.
Sede da Companhia de Polícia de Proteção Ambiental (Coppa).
Sede da Companhia de Polícia de Proteção Ambiental (Coppa).
Companhia de Polícia de Proteção Ambiental (Coppa) intensifica atuação na Baía de Todos-os-Santos.
Companhia de Polícia de Proteção Ambiental (Coppa) intensifica atuação na Baía de Todos-os-Santos.

Milhares de turistas e baianos que utilizam embarcações na Baía de Todos-os-Santos têm, durante o verão, o reforço na segurança proporcionado pelo Pelotão da Companhia de Polícia de Proteção Ambiental da Bahia (Coppa), sediado na Ilha dos Frades, distrito de Loreto, em Salvador, próximo ao município de Madre de Deus. O pelotão, que fiscaliza cerca de 32 quilômetros por dia, cobrindo diversas ilhas e mais de 30 municípios, tem efetivo de 18 policias, nove motos aquáticas, três lanchas de 21 pés, um bote e quatro quadriciclos, entregues em dezembro de 2014.

O barqueiro Antônio Mário Santana, 69 anos, há 50 trabalha nas águas da Baía de Todos-os-Santos e faz o transporte de passageiros, com ponto no píer de Madre de Deus. Ele destacou a importância da ação da Polícia Militar na região, principalmente nesta época, quando o fluxo de passageiros é maior. “Nós nos sentimos mais seguros. Hoje a marginalidade tem medo do policiamento naval e não vem aqui. Nós vemos a PM passando toda hora. É uma tranquilidade para os marítimos e para os terminais de passageiros”.

Qualificação

Segundo o comandante da Coppa, tenente-coronel Nilton Cézar Machado, os policiais passaram por qualificação para exercer as atividades no mar. “O efetivo do pelotão foi capacitado junto à Marinha do Brasil, ao Ibama [Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis], o que proporciona bons resultados no combate aos crimes ambientais e também aos crimes comuns”.

Ele disse que “estamos no mar para coibir principalmente crimes ambientais, mas somos policiais e trabalhamos para combater qualquer tipo de crime, como tráfico de drogas, contrabando e assaltos”. No ano passado, foram feitas quatro mil abordagens em embarcações e apreendidos 24 explosivos (bombas) utilizados em pesca ilegal.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 120630 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.