Deputada Graça Pimenta alerta população para cuidados com a febre chikungunya

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Boletim epidemiológico da chikungunya divulgado pela Prefeitura de Feira de Santana, em 12 de janeiro de 2015. 1.457 casos suspeitos da doença em Feira de Santana registrados até o dia 10 de janeiro de 2015.
Boletim epidemiológico da chikungunya divulgado pela Prefeitura de Feira de Santana, em 12 de janeiro de 2015. 1.457 casos suspeitos da doença em Feira de Santana registrados até o dia 10 de janeiro de 2015.
Boletim epidemiológico da chikungunya divulgado pela Prefeitura de Feira de Santana, em 12 de janeiro de 2015. 1.457 casos suspeitos da doença em Feira de Santana registrados até o dia 10 de janeiro de 2015.
Boletim epidemiológico da chikungunya divulgado pela Prefeitura de Feira de Santana, em 12 de janeiro de 2015. 1.457 casos suspeitos da doença em Feira de Santana registrados até o dia 10 de janeiro de 2015.

Informações do boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde de Feira de Santana na última segunda-feira (12/01/2015) apontam que, até a semana 1 (10/01/2015), foram notificados 1.457 casos suspeitos de febre chikungunya no município. Desse total, 880 casos foram confirmados, 204 descartados e 373 casos continuam sob investigação.

No último boletim divulgado no dia 29/12/2014 eram 1.444 casos suspeitos da doença na cidade. A deputada estadual Graça Pimenta (PMDB) reitera seu alerta à população sobre os cuidados para combater o mosquito causador da febre chikungunya. “Não me canso de alertar a todos sobre a importância de combater os mosquitos Aedes Aegypti e Aedes Albopictus, transmissores da doença, principalmente nesta época do ano de calor e chuvas, bem como de férias – quando as pessoas estão viajando. Evitar o acúmulo de água em vasos de plantas, pneus, caixas d’água, garrafas, latas, baldes e demais utensílios e evitar o acúmulo de lixo e entulho são medidas eficazes no combate à febre chikungunya”, frisa a parlamentar.

Em Feira de Santana, os casos foram notificados em 77 localidades, dentre elas os bairros George Américo com 475 notificações (32,60%), Campo Limpo com 247 (16,95%), Sítio Novo com 67 notificações (4,59%), Cidade Nova com 50 (3,43%), Sobradinho com 45 notificações (3,08%), Parque Ipê com 32 (2,19%), Pedra Ferrada com 22 (1,50%), Pampalona com 20 notificações (1,37%), Gabriela com 19 (1,30%), Rua Nova com 17 (1,16%) e Queimadinha com 17 (1,16%) notificações, além do distrito de Jaguara (Povoado Rio do Peixe) com 40 casos (3,08%).

Os 1.457 casos suspeitos com informações clínicas apresentaram, ainda de acordo com o boletim epidemiológico, os seguintes sintomas: dor nas articulações, dor de cabeça, dores musculares, erupções cutâneas, edema e casos com prurido (coceira).

Leia +

Transmitido pelo mesmo mosquito da dengue, Chikungunya assusta o país em 2014

Prefeitura de Feira de Santana divulga boletim epidemiológico da chikungunya

Crescimento de casos descartados aponta retração da chikungunya em Feira de Santana

Prefeitura de Feira de Santana informa que foi contido avanço de chikungunya na zona rural

789 casos da febre chikungunya são registrados no Brasil, Feira de Santana lidera ocorrências com 371 infectados

337 casos da febre chikungunya são registrados no Brasil, Feira de Santana lidera ocorrências com 274 infectados

Médico e professor da UnB diz que vírus chikungunya chegou para ficar 

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113753 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]