Professores de Feira de Santana levam experiência com arte para sala de aula

Convite da solenidade de certificação do projeto Recriar da PMFS.
Convite da solenidade de certificação do projeto Recriar da PMFS.
Convite da solenidade de certificação do projeto Recriar da PMFS.
Convite da solenidade de certificação do projeto Recriar da PMFS.

A arte é uma linguagem da alma. A definição partiu da coordenadora pedagógica Maria Enedina Leal, da Escola Municipal Almira de Oliveira Santos (Feira de Santana). Ela é uma das 91 professoras que acabam de concluir o curso de formação em Arte-educação oferecido pela Secretaria Municipal de Educação através do Projeto Recriar. A solenidade de certificação aconteceu nesta terça-feira (02/12/2014), às 8h30min, na Fundação Senhor dos Passos.

A formação é destinada a professores que atuam em turmas da Educação Infantil e do Ensino Fundamental, incentivando a arte como elemento formador na identidade dos alunos a fim de que estes aprendam a apreciá-la desde a infância.

O Recriar ofereceu durante quatro meses formação continuada com carga-horária de 96 horas para os educadores. Cinquenta e oito professores completaram a formação em artes visuais, enquanto 33 aprenderam sobre a fundamentação, princípios e técnica do teatro.

“Estou encantada com essa oportunidade de ver a arte como uma expressão e como recurso pedagógico valioso para a sala de aula”, comemora a professora Enedina. “Na orientação que dou aos professores, observo o trabalho no desenvolvimento de habilidades como coordenação motora, atenção e concentração das crianças com o auxilio da arte”, orienta a artista plástica Veroka que é formadora da turma de artes visuais.

Dentre os temas escolhidos para o desenvolvimento de técnicas artísticas, Veroka abordou com os professores a África, que permitiu tratar da influência daquele povo no cotidiano brasileiro, além de desmitificar alguns preconceitos. “Estudamos a história do continente africano antes de colocarmos a mão na massa, pois é um assunto importante para ser abordado com os alunos. Nossa produção é toda feita com material reciclável. E mais interessante ainda: tivemos 100% de aproveitamento nas aulas, o interesse das professoras é visível”, demonstra a artista.

Multiplicar o seu aprendizado como ator e diretor teatral foi um dos desafios vencidos pelo professor Luciano Freire, responsável pelas aulas de teatro. Ele acredita na importância de um contato maior com o corpo, valorizando a expressão, interpretação e o improviso. “Damos vida ao texto com base na própria criação e na cultura individual de cada aluno, estimulando a criatividade através do imaginário. O aprendizado não fica restrito ao teatro, nossas dinâmicas podem ser aplicadas em diversas disciplinas na sala de aula”, ressalta.

“Tenho abordado o meu conteúdo de forma mais envolvente com os alunos”, avalia a professora Elaine Cristina Santos Machado, da Escola Municipal Antonio Alves Lopes. “Faço até mesmo atividades de relaxamento que aprendi no curso e brincadeiras como Escravos de Jó. As crianças querem sempre mais e a aula se torna mais produtiva. Tudo que aprendemos na formação, podemos levar para a sala de aula, e mesmo com algumas limitações que podem acontecer em outro ambiente, as crianças se divertem”.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108872 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]