Feira de Santana | Novembro Negro vai agitar com eventos

Novembro Negro.
Novembro Negro.

Novembro Negro.O Dia da Consciência Negra está sendo comemorado nesta quinta-feira, (20/11/2014). Mas em Feira de Santana os festejos alusivos à data vão se estender até domingo, (23/11). A partir de amanhã, uma extensa programação de shows musicais, atividades culturais e movimentos de conscientização vão agitar a cidade. É a segunda edição do Novembro Negro, realizado pela Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer (SECEL).

A Marcha Novembro Negro, no sábado, será um dos destaques da programação, reunindo representações das mais diversas manifestações da cultura negra saindo da Praça da Matriz, às 9h, com destino ao Estacionamento da Prefeitura Municipal. Neste local estarão concentradas as atividades que acontecerão durante os três dias do evento, que conta com a parceria das Secretarias de Prevenção à Violência e Promoção dos Direitos Humanos (Seprev) e de Desenvolvimento Social (Sedeso).

Música, moda, capoeira, artesanato e tudo mais que está relacionado à cultura negra estará em evidência. E o mais interessante é que as atividades, shows, desfiles de moda, oficina de penteados afro, rodas de conversa e apresentações de grupos de percussão, dentre outras, foram definidas juntamente com os representantes das instituições vinculadas à cultura negra.

“A participação dos movimentos é fundamental para o sucesso do evento”, defende Lourdes Santana, diretora do Grupo Cultural Odungê. Ela acha que o Novembro Negro, que será realizado pela segunda vez, é “uma semente valiosa, que pode ter reflexos muito positivos”. Mas para isso, destaca, as instituições têm que participar de forma efetiva de todas as etapas, do planejamento à marcha, bem como prestigiar as ações promovidas.

Para Antônio Anunciação, diretor do Afoxé Filhos da Luz, não resta dúvida que trata-se de um passo importante para a valorização da cultura negra. “Mas é preciso ter uma política pública realmente mais inclusiva”, diz. Ele também conclama a participação da população nos eventos, em especial na marcha, “que vai levar para as ruas a força e a beleza da nossa cultura”, conforme ressalta.

Definida com a participação de representantes de entidades atuantes nesse segmento na cidade, a programação do Novembro Negro contará com palestras, estandes para comercialização de produtos artesanais e de moda, estandes para representações de instituições culturais relacionadas aos segmentos afro de Feira de Santana e apresentações artísticas.

Atrações como Marizelia e Os Coisinho e Mont Zaion, desfile de moda da estilista Flavia Sacramento, apresentação de bandas percussivas e conversa com mestres de capoeira também acontecerão durante os três dias. Um dos destaques do evento será a Marcha Novembro Negro, que reunirá diversos grupos locais em uma passeata da praça da Matriz até o estacionamento da Prefeitura.

O Novembro Negro é promovido pela Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), que este ano conta com a parceria das secretarias de Prevenção à Violência e Defesa dos Direitos Humanos (Seprev) e de Desenvolvimento Social (Sedeso). Juntas, as três repartições realizarão ainda a campanha “Racismo nem por um segundo”, que será lançada no dia 20, e um seminário com a mesma temática.

*Com informação: Secom

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109691 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]