Assembleia Legislativa da Bahia aprova contas do poder executivo, exercícios 2011 e 2012

Vista aérea da Assembleia Legislativa da Bahia. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Vista aérea da Assembleia Legislativa da Bahia. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Vista aérea da Assembleia Legislativa da Bahia. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Vista aérea da Assembleia Legislativa da Bahia. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)

Na tarde desta terça-feira (25/11/2014) a Assembleia Legislativa aprovou por maioria as contas do poder executivo, relacionadas aos exercícios dos anos de 2011 e 2012. Com o placares de 35 votos sim e 3 votos não;  40 votos sim e 3 votos não; foram aprovadas, respectivamente, os decretos legislativos número 2499/14, contas de 2011; e decreto legislativo número 2500/14, contas de 2012.

Zé Neto comemorou o fato de a Assembleia Legislativa retomar o seu pleno funcionamento. “Nesta tarde a Casa funcionou a todo vapor. Votamos Utilidades Públicas, norma que ajusta aposentadorias de ex- governadores, quando estes tiverem 30 anos de contribuição na previdência; aprovamos as contas do Poder Executivo dos anos de 2011 e 2012, e houve ainda o ajuste de limites territoriais entre as cidades de Cipó,Tucano e Nova Soure. Portanto, a Casa volta a plena normalidade, com todas as comissões funcionando e exercendo sua missão”.

DESTAQUE IMPRENSA

Os deputados estaduais escolheram, pelo voto secreto, os profissionais de imprensa que mais se destacaram este ano. São três prêmios, um para cada mídia. O Troféu Quintino de Carvalho é para os profissionais que trabalham em jornais, e ficou com o jornalista Levy Vasconcelos; o Wilson Menezes, para os profissionais de rádio e televisão, ficou com Itamar Ribeiro e o Armando Lobracci Neto para profissionais da mídia eletrônica, blogs e sites, foi escolhido o comunicador Tasso Franco.

Com voto contra às contas do governador, Geilson diz que gestão é contraditória 

As contas de 2011 e 2012 do governador Jaques Wagner (PT) foram aprovadas na tarde desta terça-feira (25/11/20104) na Assembleia Legislativa da Bahia. A primeira teve 35 votos contra 3 e a segunda, 40 contra 3 votos da oposição. Dentre os deputados oposicionistas presentes no plenário, e que votaram contra, estava o deputado estadual Carlos Geilson (PTN).

“Votei contra a aprovação das contas porque esse governo é cheio de contradições, prega uma coisa e pratica outra”, alfinetou Geilson. O parlamentar lembrou que em 2006, em plena campanha eleitoral, Wagner dizia que acabaria com o Regime Especial de Direito Administrativo (REDA) e que era necessário se dá a um basta no que denominava de “moeda de troca”.

“Quando analisamos as despesas do Estado a realidade é gasto absurdo com as contratações dos REDAs. Não sou contra esse regime de contratação, porque em muitos casos percebo que é necessário, mas observo e friso a contradição desse governo petista”, explicou Geilson.

O deputado elencou uma série de fatores que embasaram ele a votar contra as contas do governador. “Gastos excessivos com publicidade, péssimo gerenciamento das contas públicas, gastos contraditórios e insatisfatórios na área da saúde e contratações feitas de forma ilegal. Por esses fatores citados e, por tantos outros, meu voto foi contra”, declarou.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115173 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.