Ocorre em Feira de Santana a 13º Parada LGBT

Arco-íris.
Arco-íris.

A avenida Getúlio Vargas, a partir da Praça de Alimentação Gilson Pereira, vai ganhar as cores do arco-íris, neste domingo (19/10/2014), fenômeno adotado pelo universo LGBTs (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexual) como um dos seus principais símbolos. É que a partir das 13h começa a festa da parada anual, que acontece pela 13ª vez, quando gays e simpatizantes invadem a avenida e a transformam numa grande rave.

Os trios começarão a circular a partir das 15h e a previsão de encerramento da festa é as 19h a parada está prevista para ser encerrada. A segurança vai ser feita por mais de 300 homens da Polícia Militar. A guarda municipal e a SMT (Superintendência Municipal de Trânsito) vão estar presentes. O evento faz parte do Calendário de Eventos Populares do Município.

O tema da parada deste ano é “LGBT também é família”, numa alusão aos novos modelos de formação dos núcleos familiares. Ou: “família não é aquela formada apenas por homem e mulher”, diz o presidente do Grupo de Liberdade, Igualdade e Cidadania, Tiago Oliveira. Aos olhos da lei é legítima a formação familiar entre pessoas do mesmo sexo.

“É a nova família constituída a partir da união homoafetiva”, continua o ativista. A parada é iniciativa do Glich, com apoio da Prefeitura de Feira de Santana – que colocou à disposição trios elétricos e o palco. A Secretaria da Saúde fará testes rápidos para detecção dos vírus da hepatite A e B.

A expectativa é de que mais de 20 mil pessoas participem da parada, considerada uma das mais importantes do interior do país. E neste ano o percurso vai ser mais curto. Antes, o bloco ia até o retorno próximo ao Hospital EMEC. Mas, para garantir silêncio aos pacientes internados nos hospitais – o outro é o São Matheus, o retorno será feito à altura do prédio do IHEF.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109903 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]