Governador eleito da Bahia contará com orçamento em 2015 de R$ 40 bilhões, valor 8,3% superior ao orçamento de 2014

Jaques Wagner e Rui Costa. Wagner entrega governo com orçamento ampliado em 8,3%.
Jaques Wagner e Rui Costa. Wagner entrega governo com orçamento ampliado em 8,3%.

O governador eleito da Bahia, Rui Costa (PT), vai contar em 2015, no seu primeiro ano de governo, com um orçamento da ordem de R$ 40 bilhões, valor  que é 8,3% superior ao orçamento de 2014, que ficou em R$ 36,9 bilhões.

A proposta orçamentária, que já chegou à Assembleia Legislativa para análise dos deputados, chama atenção em dois pontos: o incremento do PIB (Produto Interno Baiano) para 2015 está estimado em 3%, crescimento superior ao nacional, estimado em 1,8% ; e o crescimento de 46,6% nas contribuições do governo federal para investimento na Bahia.

Mesmo assim, áreas prioritárias não tiveram uma expansão significativa no orçamento do próximo ano em relação ao de 2014. Na Saúde, por exemplo, os recursos passarão de R$ 5,447 bilhões para R$ 5,812 bi (400 milhões a mais). Educação, de R$ 4,804 bi para R$ 4,817 bi e Segurança Pública, de R$ 3,5 bi para R$ 4,1 bilhões.

Em algumas áreas os recursos serão até menores, em 2015: Ciência e Tecnologia sai de R$ 291 milhões para R$ 152 milhões; Indústria, de R$ 200 milhões para R$ 143 milhões; e Comércio, Serviço e Turismo de R$ 481 milhões para R$ 408 milhões.

A aposta do governo para sustentar  o orçamento de 2015  está na continuidade do desempenho da agricultura no próximo ano, na recuperação da industria e, sobretudo, na expectativa de que os investimentos, especialmente em moradia, saneamento, transporte e energia – que dependem de repasses federais -, possam garantir o crescimento da economia baiana.

Para o vice-presidente do Instituto de auditores Fiscais da Bahia (IAF), Sérgio Furquim, é uma aposta em tese arriscada. Ele diz que se o governo federal fizer um ajuste fiscal acentuado, as áreas mais afetadas, e passíveis de sofrer corte, são as transferências voluntárias e os convênios. “Terá impacto direto na capacidade de investimento do Estado. O futuro governador terá de cortar  recursos em algumas áreas para reforçar o caixa de outras prioritárias”, diz Furquim.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112763 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]