Eleições 2014 | PSB da Bahia rejeita aliança com o DEM e declara apoio à reeleição de Dilma Rousseff

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Senadora Lídice da Mata faz realinhamento político com o PT da Bahia e declara apoio a Dilma Rousseff.
Senadora Lídice da Mata faz realinhamento político com o PT da Bahia e declara apoio a Dilma Rousseff.
Senadora Lídice da Mata faz realinhamento político com o PT da Bahia e declara apoio a Dilma Rousseff.
Senadora Lídice da Mata faz realinhamento político com o PT da Bahia e declara apoio a Dilma Rousseff.

Em nota, emitida hoje (10/10/2014), o PSB da Bahia, liderado por Lídice da Mata e Domingos Leonelli, declarou apoio a reeleição da presidenta Dilma Rousseff. O grupo político busca manter a coerência ideológica que marcou a trajetória dos líderes partidários no estado, rejeitando subir no mesmo palanque do partido Democratas, que é comandado no estado por Antônio Carlos Magalhães Neto, prefeito de Salvador.

Confira o teor da nota

PSB da Bahia apoia a reeleição de Dilma Rousseff à Presidência da República 

Apesar da grande votação de Marina Silva, que sucedeu o presidente do nosso partido Eduardo Campos na campanha presidencial, a candidatura que representou o sonho de uma nova política não logrou êxito eleitoral nesta disputa. Prevaleceu a antiga polarização entre PT/PMDB e PSDB/DEM.

Num segundo turno as eleições não nos permitem escolher um projeto político próprio. Resta-nos optar por um dos dois candidatos. Nosso partido, nacionalmente, tomou a decisão de apoiar a candidatura do Senador Aécio Neves, ressalvando as especificidades de cada estado.

Assim é que o PSB baiano, embora nada tendo contra o candidato Aécio Neves, mas compreendendo que o seu projeto na Bahia é representado pelas forças de direita às quais nos opusemos durante toda a nossa vida política decide, por maioria, apoiar a reeleição de Dilma Rousseff à Presidência da República.

Esta postura não nos coloca em posição de alinhamento com o PT, nem foi precedida por nenhuma negociação de espaços nos próximos governos federal e estadual. Trata-se, tão somente, de uma opção pela candidatura menos distante de nosso posicionamento político e ideológico.

Reafirmamos nossas críticas aos métodos adotados pelo PT, pelo PSDB e pelo DEM e defendemos uma reforma política imediata que reduza a força do poder econômico e que garanta o financiamento público de campanha.

Mantemos também nossas posições programáticas na defesa da proposta de 10% do PIB nacional para Educação e 10% da receita bruta da União para a Saúde.

Finalmente, o PSB da Bahia reitera sua luta histórica por um Brasil e uma Bahia mais justa e menos desigual.

Executiva Estadual do PSB da Bahia

Salvador, 10 de outubro de 2014.

Sobre Carlos Augusto 9659 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).