Eleições 2014 | Em ato de campanha, presidenta Dilma Rousseff recebe governadores e senadores eleitos

Dilma Vana Rousseff e Rui Costa. Presidenta cumprimenta governador eleito e agradece pela expressiva votação que os baianos lhe concedeu.
Dilma Vana Rousseff e Rui Costa. Presidenta cumprimenta governador eleito e agradece pela expressiva votação que os baianos lhe concedeu.
Dilma Rousseff e Michel Temer durante a reunião de mobilização, em Brasília.
Dilma Rousseff e Michel Temer durante a reunião de mobilização, em Brasília.
Dilma Vana Rousseff e Rui Costa. Presidenta cumprimenta governador eleito e agradece pela expressiva votação que os baianos lhe concedeu.
Dilma Vana Rousseff e Rui Costa. Presidenta cumprimenta governador eleito e agradece pela expressiva votação que os baianos lhe concedeu.

A presidenta Dilma Rousseff, candidata à reeleição, se reuniu na tarde desta terça-feira (07/10/2014), em Brasília, com governadores e senadores eleitos e candidatos a governos estaduais que estão no segundo turno, para reforçar as alianças e para alinhar o segundo turno da campanha eleitoral.

Entre os eleitos participaram governadores e candidatos a governadores de nove estados,  dez senadores e presidentes dos partidos da Coligação Com a Força do Povo: PT, PRB, PCdoB, PSD, PROS, PP, PDT e PR.

Eleito governador de Minas Gerais no primeiro turno, com 52,98% dos votos válidos, o petista Fernando Pimentel participou da reunião  e comentou que a vitória tem um valor simbólico, no momento em que o ex-governador Aécio Neves é o candidato à presidência pela oposição. “A reunião foi muito positiva, mostrando um clima de trabalho, esforço e muita confiança na vitória. Neste segundo turno vamos ter uma eleição mais focada e um debate mais claro e incisivo”, explicou.

Pimentel reforçou que a escolha do eleitor se dará a partir de dois modelos já conhecidos. “Um que promoveu distribuição de renda, aumento do emprego, do salário real, melhoria do acesso à Educação e Saúde, que fez uma mudança qualitativa na vida dos brasileiros e das brasileiras; e outro modelo, do PSDB, que promoveu concentração de renda, desemprego e que desestruturou os serviços públicos no país inteiro que é o modelo tucano”.

Fundamental ganhar as ruas

A senadora eleita pelo Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), considerou a reunião oportuna para a articulação conjunta da estratégia de campanha entre os estados. “Reafirmamos toda a nossa disposição redobrada de luta. Ao mesmo tempo em que a presidenta adiantou estratégias, ouviu também nossas sugestões, no sentido de dar unidade política à campanha naquilo que é fundamental agora: ir para as ruas. O calendário é rápido, então nós não temos tempo a perder”, afirmou a senadora do estado onde Dilma conquistou 60% dos votos válidos.

O senador eleito de Roraima, Telmário Mota (PDT), com 41,2% dos votos válidos, ressaltou os avanços sociais do governo Dilma e que como todo o Brasil, Roraima estará de mãos dadas com a candidatura à reeleição. “Todos os investimentos no meu estado são do Governo Federal, e isso vai ser destacado de forma bem positiva para a população”.

Mota lembrou ainda que é visível no país o fenômeno da mobilidade social promovido pelo governo. “Basta ir nos aeroportos para você ver a quantidade de pessoas viajando, uma demonstração de que houve avanço de classe social, além de tirar milhões de pessoas do nível de extrema pobreza. Hoje o governo Dilma cuida do desenvolvimento, da economia e do social de forma muito positiva, colocando o Brasil em crescimento e se consolidando como o país mais forte da América do Sul”, avaliou.

O segundo turno começa no Piauí

A presidenta Dilma Rousseff retoma a agenda de visitas aos estados neste segundo turno das eleições a partir de Teresina, no Piauí. O estado proporcionou a maior votação no primeiro turno para a presidenta, com 70,6% dos votos válidos, e já elegeu em primeiro turno o governador Wellington Dias (PT), com 63% dos votos válidos.

O governador destacou que o momento é de mostrar as realizações e as propostas de continuidade como o resultado positivo do programa Mais Médicos pelo país e o programa Mais Especialidades, proposta para o segundo mandato de Dilma, para acabar com as filas das consultas que necessitam de exames, a partir da criação de centros especializados em estruturas descentralizadas na rede pública em parceria com a rede privada. “Temos ainda a ampliação do Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego), a melhoria da estrutura do ensino técnico e superior, a implantação das escolas de tempo integral e universalização da internet de banda larga”, disse.

Wellington Dias chamou atenção para o empenho que deve acontecer para a conquista dos votos brancos, nulos e das abstenções. “Precisamos garantir a conquista dos votos e a importância de Dilma Rousseff presidente do Brasil. Na população do meu estado já existe esta compreensão de que votar em Dilma é votar pelo Piauí para garantir mais conquistas, mais crescimento da nossa economia e a aceleração do desenvolvimento social”.

Leia +

Eleições 2014 | Em busca da vitória no segundo turno, presidenta Dilma Rousseff visita Salvador

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 120556 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.